Amazonas Destaques Manaus

Contrato na Susam indica sobrepreço

Manaus – Uma empresa contratada para o Hospital Platão Araújo recebe cerca de 100% a mais pelos mesmos serviços de lavanderia hospitalar e imagens de raios-x, das empresas substituídas após prisão dos proprietários envolvidos no esquema de superfaturamento. A Operação Maus Caminhos foi deflagrada em 2016 pelo Ministério Público Federal com o objetivo de acabar com o esquema de corrupção no sistema de saúde pública do Amazonas.

Os serviços são prestados no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo (Foto: Arquivo/GDC)

Em 2016, a empresa Líder Serviços de Apoio a Gestão de Saúde Ltda., que tem como proprietário Sérgio Chalub, substituiu duas empresas que prestavam serviços de imagem e lavanderia hospitalar no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo, após a deflagração da Operação Maus Caminhos, e prisão dos proprietários das antigas empresas que prestavam serviço na unidade de saúde.

De acordo com o Portal da Transparência do Amazonas, em junho do mesmo ano, a empresa D de Azevedo Flores – do empresário Davi Flores, preso na operação – tinha contrato para serviço de lavanderia hospitalar no valor de R$ 74,1 mil ao mês. Já a substituta, a Líder, contratada em dezembro do mesmo ano, realiza o mesmo serviço pelo valor de R$ 161,8 mil mensal. Os dados indicam sobrepreço de 115%.

Em março daquele ano, a Tapajós Serviços Hospitalares – do empresário Gilberto Aguiar, preso na operação – tinha dois contratos com o governo do Amazonas e realizava serviços de imagens, como raios x e tomografia na unidade de saúde, no valor total de R$ 102, 9 mil, por mês. A empresa Líder, que a substituiu em dezembro, realiza o mesmo serviço, mas no valor de R$ 150 mil, quase 50% a mais do que a antiga prestadora.

Publicações relacionadas

URGENTE | Bolsonaro demite Alfredo Menezes da Suframa

Redação

JORNALISTA É CENSURADO PELO GOVERNO DO AMAZONAS POR DENUNCIAR FALTA DE EQUIPAMENTOS PARA PROFISSIONAIS DA SAÚDE

Redação

TRF1 determina suspensão imediata de operação policial da SSP no rio Abacaxis (AM)

Redação

Deixe uma resposta