Amazonas Manaus Política

Conselheiro do TCE-AM suspende pregão para locação de ambulância em Itacoatiara

O conselheiro-ouvidor do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM), Josué Cláudio, determinou, nesta quarta-feira (18), a suspensão imediata do Pregão Presencial para Registro de Preços nº 10/2022 para locação de ambulâncias pela Prefeitura de Itacoatiara.

A decisão foi publicada no Diário Oficial Eletrônico (DOE) do TCE-AM.

A decisão monocrática do conselheiro acontece após pedido de medida cautelar impetrado pela empresa Localeve Serviços de Locação LTDA., e que apontou que o Edital do pregão estaria exigindo dos licitantes a apresentação de Certificado de Registro Cadastral (CRC). Segundo a empresa, o pedido de apresentação do documento não teria amparo legal, indo em desacordo com o que determina o artigo 32 da Lei de Licitações (8.666/93).

Ao deferir o pedido de medida cautelar suspendendo de forma imediata o pregão, o conselheiro-relator do processo, Josué Cláudio, destacou que, a princípio, identificou-se indícios de descumprimento dos preceitos legais estabelecidos pela lei de licitações quando foi colocado de forma obrigatória para participação do certame a apresentação do CRC emitido pela Comissão Geral de Licitação de Itacoatiara.

Ainda segundo Josué Cláudio, a suspensão imediata é justificável devido ao perigo da demora, já que a abertura do pregão presencial está prevista para esta quinta-feira (19).

O conselheiro também estabeleceu prazo de 15 dias para que a Prefeitura de Itacoatiara apresente documentos ou justificativas sobre o caso.

Publicações relacionadas

MPF denuncia 17 suspeitos por fraudes na área da saúde no Rio

Redação

CPI vai ouvir secretária de Saúde, Simone Papaiz, sobre contratos com empresas terceirizadas

Redação

Ricardo Nicolau dá largada hoje em sua campanha à prefeitura

Redação

Deixe um comentário