Amazonas Destaques Manaus

Concorrentes iniciam primeiro dia de provas do concurso público do TCE-AM

Com provas sendo realizadas em 13 locais diferentes de Manaus, os mais de 15 mil inscritos no concurso público do Tribunal de Contas do Amazonas iniciaram, às 8h desta quarta-feira (18), a primeira etapa do certame. Os concurseiros disputam 40 vagas para provimento imediato com vencimentos de até R$ 8,3 mil, além de benefícios.

“É um marco. Estamos cumprindo o compromisso de repor o nosso quadro de pessoal do Tribunal de Contas e o ‘start’ está dado. Temos uma casa que dá muitas condições ao trabalhador, então o que eu espero é que os capacitados cumpram o compromisso de zelar pelas contas públicas, que é a principal função da Corte de Conas”, comentou o presidente do TCE, conselheiro Mario de Mello, durante abertura dos portões, no Instituto de Educação do Amazonas (IEA), um dos locais de prova. 

Nessa primeira etapa, os concorrentes realizam as provas das 8h às 12h, para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental. São 80 questões objetivas, sendo 30 de conhecimentos básicos e 50 de conhecimentos específicos, com cinco alternativas em cada questão.

Os concorrentes aos cargos do Ministério Público de Contas são esperados para o início das provas a partir das 15h, com término às 19h. No horário da tarde desta quarta-feira, duas outras escolas servirão de locais de provas.

Já a segunda etapa, correspondente às provas discursivas, será realizada em 25 de agosto, das 8h às 11h para o cargo de Auditor Técnico de Controle Externo na área de Auditoria Governamental e das 14h às 17h para a área de Ministério Público de Contas. Essa etapa terá questões envolvendo disciplinas ligadas diretamente ao cargo escolhido pelo candidato. Conforme o edital, só serão corrigidas as provas discursivas dos candidatos que tiverem alcançado pontuação mínima na etapa objetiva.

Segundo o conselheiro Érico Desterro, que integra a comissão de realização do concurso público, todos os concorrentes aprovados serão bem recebidos na Corte de Contas.

Expectativas

“O nosso trabalho, claro e objetivo, é primeiramente fazer com que o dinheiro público seja bem utilizado e, por consequência, fiscalizar e punir aqueles que fazem mau uso dele. Tendo isso em vista, é inegável a importância de qualificar ainda mais o quadro de pessoal do Tribunal. O objetivo é sempre fazer nosso serviço de forma melhor e mais qualificada possível”, destacou o conselheiro.

Também integrante da comissão de realização do concurso, a diretora de Recursos Humanos do TCE, Beatriz Botelho, destacou a grande quantidade de inscritos no certame. “Tivemos mais de 15 mil inscritos e uma boa quantidade de candidatos por vaga. A sociedade civil pode ter certeza de que os aprovados neste concurso serão os mais qualificados, podendo ficar tranquilos de que exercerão um excelente trabalho na Corte de Contas amazonense”, disse. 

 Critérios de segurança

Conforme o gerente executivo da área de Concurso e Exame da Ordem da banca realizadora, Fundação Getúlio Vargas, Carlos Nogueira, além de procedimentos de segurança do certame e dos concorrentes, também tiveram especial atenção os protocolos de segurança sanitária, visando evitar contágios pela Covid-19 nos locais de prova. 

“Os procedimentos de prevenção à Covid foram todos seguidos com seriedade. Tivemos, logo na entrada, o uso obrigatório de álcool em gel, aferição de temperatura. Já nas salas de prova, foi designado o uso de apenas um terço da capacidade das salas, visando justamente um maior distanciamento entre os concorrentes”, destacou o gerente executivo da FGV.

 Inscritos

Do total de inscritos, 10.984 irão disputar as 18 vagas para o cargo de Auditoria Governamental, sendo que 2.212 participantes foram inscritos com isenção de pagamento. O cargo terá a proporção de 610 pessoas disputando cada vaga.

No caso das duas vagas para o Ministério Público de Contas, foram 2.155 inscritos, com 348 inscritos com pagamento isento, o equivalente a 1.077 participantes por vaga.

O cargo de Auditoria de Obras Públicas, que possui cinco vagas, contabilizou 1.457 inscritos, sendo 264 de forma isenta, proporção de 291 por vaga.

Já para o cargo de Auditoria de Tecnologia da Informação, que possui 15 vagas, 1.054 foram inscritos, 174 com isenção do pagamento e relação candidato/vaga de 70 candidatos.

Via Diretoria de Comunicação do TCE-AM

Publicações relacionadas

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre testa positivo para coronavírus

Redação

Um milhão de doses aplicadas em Manaus

Redação

CPI vai convocar 13 do INDSH e da Zona Norte

Redação

Deixe uma resposta