Amazonas Destaques Manaus

Central de Medicamentos do AM recebe nova remessa de medicamentos do kit intubação; estoque é para 46 dias

A Central de Medicamentos do Amazonas (Cema) recebeu do Ministério da Saúde nova remessa com 54.850 unidades de medicamentos que compõem o kit intubação, nesta sexta-feira (30), segundo a Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM).

Os medicamentos são usados no processo de intubação de pacientes em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) ou que realizam procedimentos cirúrgicos.

Foram entregues à Cema 42.900 ampolas do analgésico Morfina e 11.950 ampolas dos bloqueadores neuromusculares Rocurônio (10.450) e Atracúrio (1.500).

Considerando o estoque existente na Cema e somado o quantitativo repassado pelo Ministério, os bloqueadores neuromusculares e analgésicos asseguram a manutenção do abastecimento desses medicamentos, que compõem o kit intubação, em 61 e 46 dias, respectivamente.

A manutenção do estoque do kit intubação está inserida no Plano de Contingência Estadual para o Enfrentamento da Pandemia da Covid-19, com estratégias para manutenção da cadeia de suprimentos, incluindo a aquisição de medicamentos essenciais no combate à doença para o abastecimento.

A distribuição de medicamentos pelo Ministério da Saúde aos estados é feita semanalmente. O Amazonas recebeu 107.959 doses de medicamentos neste mês, em remessas entregues nos dias 1, 18 e 30.

Suspensão de cirurgias

Desde o começo do mês de abril, o Governo do Amazonas suspendeu as cirurgias eletivas nas unidades de saúde de Manaus. Com isso, estão mantidas apenas as cirurgias de urgência e emergência e aquelas que não podem ser adiadas por risco aos pacientes, como as cardíacas e oncológicas.

“A escassez de medicamentos usados na intubação de pacientes com Covid-19 levou o Ministério da Saúde a fazer a requisição administrativa da indústria local. Com isso, toda a produção está sendo direcionada para o Ministério da Saúde fazer a distribuição entre os estados”, informou o governo.

Publicações relacionadas

MORRE DE CANCER DE MAMA , ESPOSA DE JOHN TRAVOLTA, AOS 57 ANOS

Redação

Metalúrgicos sugerem que governo ‘confisque’ as fábricas de oxigênio medicinal

Redação

A dinâmica cruel dos juros

Redação