Amazonas Manaus

Bolsonaro volta a dizer que defende a Zona Franca durante evento em Manaus

Durante participação em evento da igreja Restauração no Sambódromo de Manaus, o presidente Jair Bolsonaro (PL) voltou a dizer que defende a Zona Franca de Manaus. Há duas semanas ele veio à capital amazonense e fez discurso similar. Em fevereiro e abril o governo federal publicou decretos que tiram a competitividade do modelo, o que só foi revertido após decisão do Supremo Tribunal Federal (STF)

“A Zona Franca é de 1967, do Castelo Branco. O primeiro presidente militar. Não serei eu, o sexto [presidente militar], capitão do Exército, que trataria diferente a Zona Franca de Manaus, responsável, em parte, por manter a Amazônia brasileira longe da cobiça internacional”, disse o presidente, ao lado do governador Wilson Lima (União Brasil).

Essa é a segunda vez em pouco mais de duas semanas que o presidente Jair Bolsonaro vem a Manaus e discursa sobre a Zona Franca. Em 28 de maio, ele disse que o governo federal não tinha a intenção de prejudicar o modelo econômico praticado no Amazonas. 

Desde fevereiro, o presidente tem tido um embate com a bancada do Amazonas no Congresso Nacional, após o governo federal publicar dois decretos que reduziram a alíquota de IPI sobre produtos que também são fabricados em Manaus. Os efeitos das medidas só foram revertidos após o partido Solidariedade, a pedido da bancada amazonense, recorrer ao STF. A Corte atendeu ao pedido. 

Durante o discurso, o presidente também ressaltou a pauta de “costumes” defendida por ele, e que tem grande adesão por parte dos eleitores evangélicos. “Obrigado por acreditarem em nossa pátria, por defender o verdadeiro valor da família brasileira. Obrigado por serem contra o aborto, contra a ideologia de gênero, contra a liberação das drogas e por cada vez mais defenderem os valores familiares”, disse ele.

Bolsonaro foi convidado pelo apóstolo Renê Terra Nova para participar do 24º Congresso Internacional da Visão Celular no Modelo dos 12, com o tema “Vivendo no Modelo de Jesus”. O evento é organizado pela igreja Ministério Internacional da Restauração (MIR). Os pastores Silas Malafaia, Luiz Hermínio e Djalma Pinho também estiveram presentes.

Reações

O deputado federal Marcelo Ramos (PSD-AM), que foi deposto do cargo de vice-presidente da Câmara dos Deputados a pedido de Bolsonaro, criticou a vinda do chefe do Executivo a Manaus. “[Ele] não veio anunciar nenhuma ação para a segurança pública ou de combate à fome, ou qualquer outro benefício à população, nem mesmo para falar que voltaria atrás nas ações que seu governo tem adotado contra a Zona Franca de Manaus”, disse ele, em nota à imprensa.

Por outro lado, o pré-candidato a deputado federal e ex-secretário de Segurança Pública, coronel Louismar Bonate, considerou o evento “muito bom”. Ele integra o grupo Bodes do Asfalto, e participou da motociata com mais 150 motociclistas da mesma equipe. “Tivemos uma participação excelente da população, não vi ninguém contra esse ato de civismo realizado hoje”. 

Nas redes sociais,  o governador Wilson Lima (União Brasil) publicou um vídeo e uma foto para mostrar que cumpriu agenda ao lado de Bolsonaro neste sábado. Ele recepcionou o presidente na chegada a Manaus e ficou ao lado dele durante evento no Sambódromo. “No fim da tarde deste sábado, participei do evento “Fruto Fiel” ao lado do presidente Jair Bolsonaro. Foi um lindo momento de louvor e adoração, onde oramos para que o Amazonas e o Brasil continuem avançando.

Motociata 

Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro havia participado de motociata com 12 mil veículos, segundo a organização do evento. A concentração das motos iniciou às 14h na Praia da Ponta Negra, Zona Oeste de Manaus. Lá, ele correu sem capacete em uma moto Honda, com o pré-candidato ao Senado pelo Amazonas, Coronel Menezes.

Publicações relacionadas

Cenas absurdas flagradas na Empresa Samsung

Redação

Felipe Souza afirma movimento para afastá-lo da Comissão da CPI da Saúde

Redação

Homem tem corpo ‘partido ao meio’ ao ser atingido por caminhão na Zona Leste

Redação

Deixe um comentário