Brasil Destaques

Bolsonaro esclarece as fake news sobre seu indicado ao STF

Em sua rede social o presidente Jair Messias Bolsonaro esclareceu as fale news sobre seu indicado ao Supremo Tribunal, e disse que uma autoridade do Rio que queria outro nome, veja:

“Outros pontos serão colocados nas redes sociais:

– Desembargador KASSIO NUNES.

– O terrorista CESARE BATTISTI.

– EXTRADIÇÃO.

1- Em nov/2009, por 6×3, o STF decidiu que caberia exclusivamente ao Presidente da República autorizar, ou não, a extradição de Battisti.

2- Em dez/2010, seguindo o STF, o Pres. Lula resolveu negar a extradição de Battisti, ou seja, a ele foi dado o direito de permanecer no Brasil.

3- Em mar/2015 a Juíza Adverci Rates, da 2a. Vara Federal (1a. instância), determinou que Battisti fosse deportado.

4- Em set/2015, a 6a. Turma do TRF-1, tendo o desembargador Kassio Nunes como vogal, num agravo de instrumento, resolveu suspender a decisão porque a matéria só poderia ser julgada na apelação.

5- O desembargador Kassio participou de julgamento que tratou exclusivamente de matéria processual e não emitiu nenhuma opinião ou voto sobre a extradição.

6- A apelação no TRF1 nunca chegou a ser julgada em razão de decisão posterior do STF.

7- Portanto é mentira que Kassio Nunes teria votado concordando que Battisti permanecesse no Brasil.

8- Lamento as críticas infundadas que inundaram as mídias, em especial de uma autoridade do Rio, que queria, a qualquer custo, que eu indicasse um candidato seu para o Supremo.”

Finalizou o presidente.

Publicações relacionadas

Projeto Atroari da Polícia Militar conquista medalhas de ouro em competição de jiu-jitsu em Manaus

Redação

Senado aprova fortalecimento do Pronampe e financiamento de salários, com emenda de Eduardo Braga

Redação

Urgente: Juiz decreta prisão preventiva de Rafael Fernandez, o assassino da miss

Redação

Deixe uma resposta