Amazonas Destaques Manaus

Bolsonaro chega hoje a São Gabriel da Cachoeira para inaugurações e reunião da caserna

Presidente e comandantes militares tentam uma saída para Eduardo Pazuello

Na comunidade Maturacá serão inauguradas uma ponte e um sistema de energia solar

PL cada vez mais alinhado ao presidente Jair Bolsonaro

Bate-rebate na CPI da Pandemia

Vereador peita gestor, ameaça funcionários e entra em escola sem usar máscara

Começa hoje vacinação das grávidas e puérperas

O cidadão do Amazonas e presidente Jair Bolsonaro será recebido, nesta quinta-feira (27), no 5º Pelotão Especial de Fronteira (5º PEF), na comunidade Maturacá, em São Gabriel da Cachoeira, pelo Ministro da Defesa, general Walter Braga Neto, e pelo comandante do Exército, general Paulo Sérgio Nogueira, e pelo comandante Militar da Amazônia, general Estevam Calls Theophilo Gaspar de Oliveira. Bolsonaro vai participar das inaugurações da ponte Rodrigo Cibele, no km 91 da rodovia BR-307, e do Sistema de Energia Fotovoltaica que atenderá a sede da comunidade. Bolsonaro só retorna para Brasília na manhã de sexta-feira (28).

Decisão sobre Pazuello

Além das inaugurações, Bolsonaro e o alto comando do Exército vão tentar encontrar uma solução para o caso do ex-ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, que transgrediu regras militares ao subir em palanque num ato político com o presidente. O gesto obriga o comandante a puní-lo, sob pena de prevaricação. A única solução para que haja uma saída menos traumática para o problema é Pazuello aceitar sua passagem para a reserva. Ele, no entanto, resiste à ideia. A solução deve sair em reunião dos militares com o presidente em São Gabriel da Cachoeira.

“O PL é nosso”

O PL, de Waldemar Costa Neto, Alfredo Nascimento e Marcelo Ramos, está fechadíssimo com o presidente Jair Bolsonaro. Na solenidade de filiação do governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, Bolsonaro definiu o PL como “o nosso partido”. “Creio que o Rio de Janeiro está muito bem servido de governador e, se Deus quiser, vem uma reeleição pela frente. Parabéns a vocês e ao nosso partido, o PL”, disse Bolsonaro.

Infidelidade oficializada

A decisão do TSE que deu aval para a deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) mudar de legenda sem perder o mandato, pode antecipar a troca-troca partidária que começaria só em 2022. A decisão, no entender de alguns caciques políticos, legaliza a infidelidade partidária. Três dos atuais oito deputados federais do Amazonas podem trocar de partido.

Descontraindo a tensão

Ao ser aprovada ontem (26), na CPI da Pandemia, a convocação do empresário Carlos Wizard, pela suposta participação no “aconselhamento paralelo” do presidente Jair Bolsonaro, o senador governista Ciro Nogueira (PP-PI) reclamou e subiu o tom. O senador pelo Amazonas, Omar Aziz, presidente da CPI, rebateu de pronto: “você não quer aprender inglês?”
Revide? Tem também!

Ao decidir que os prefeitos não serão convocados, por enquanto na CPI da Pandemia, Omar Aziz irritou o senador governista Eduardo Girão (Podemos-CE) que reclamou em voz alta. Mas Omar lembrou que havia um acordo entre todos os membros da comissão de que os prefeitos viriam depois. “Vossa Excelência, o senhor estava lá na reunião. Vossa Excelência é um oportunista e um oportunista pequeno. Desde o primeiro momento, toda sociedade brasileira que tem inteligência sabe que Vossa Excelência está aqui com um único motivo para que a gente não investigue por que o Brasil ficou sem vacina. E Vossa Excelência não entende patavina de saúde quer impor a cloroquina para a sociedade. Vossa Excelência é um oportunista!”, tascou Omar.

Conselho de ética

Ainda irritado, Omar completou para Eduardo Girão: “Não gostou? Me leva pro Conselho de Ética!”.

Lenha na fogueira

Na sessão desta quinta-feira (27) a CPI da Pandemia vai ouvir o ex-secretário-executivo do Ministério da Saúde, Antônio Élcio Franco, que era o braço-direito do ex-ministro Eduardo Pazuello e executor de suas ordens.

Vereador entra em escola sem máscaras

O vereador Gerson D´Angelo, entrou sem usar máscara na escola Zoraida Alexandre, em Manacapuru, onde estão se realizando sessões da câmara, e ao ser questionado por um funcionário, criou a maior confusão. Ele ameaçou os funcionários e não parou nem mesmo com a intervenção do gestor da escola, professor Jackson Azevedo, que horas depois foi exonerado da função, o que segundo moradores de Manacapuru teria ocorrido a pedido do próprio vereador Gerson.

Primo do prefeito

O vereador Gerson D´Angelo é primo do prefeito Beto D’Angelo e cumpre seu primeiro mandato. Nas redes sociais, um grupo de pessoas de Manacapuru está em campanha contra a postura do vereador e pela volta do professor Jackson a direção da escola municipal. Nem a prefeitura e nem a Câmara se manifestaram sobre o assunto.

Oito meses para o Distrito

A novela quase sem fim da recuperação viária do Distrito Industrial parece estar destinada a terminar dentro de oito meses. O prefeito de Manaus, David Almeida, e o superintendente da Suframa, Algacir Posin, assinaram ontem a prorrogação do contrato para conclusão das obras, em até oito meses. O contrato inicial terminou ontem e precisou receber aditivo. As obras até começaram em 2019, mas foram suspensas pela pandemia de Covid-19 e agora David Almeida fala em transformar o distrito em “cartão postal” de Manaus.

Vacinação das grávidas

Começa hoje a vacinação das gestantes e puérperas (mulheres com até 45 dias do pós-parto) que não tenham comorbidades. São três pontos de vacinação da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa): Centro de Convivência da Família Padre Pedro Vignola, na rua Gandu, 119, Cidade Nova, zona Norte da cidade; no Clube do Trabalhador, do Sesi, na avenida André Araújo, Aleixo, zona Leste; e no Balneário do Sesc, na avenida Constantinopla, no conjunto Campos Elíseos, zona Oeste, das 9h às 16h. Para receber a vacina, a gestante deverá apresentar documento que comprove a gravidez.

Empregos em alta

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) informou ontem (26) que o Amazonas registrou alta na oferta de empregos, entre janeiro e abril deste ano. O saldo positivo é de 4.080 novos empregos criados com carteira assinada, em plena pandemia. O setor que mais empregou, foi a indústria.

Publicações relacionadas

Polícia Federal desarticula esquema criminoso que praticava fraudes em licitações e corrupção no Tocantins

Redação

Governador determina fechamento de bares e restaurantes; veja vídeo

Redação

Dia Nacional da Alfabetização: Assembleia do Amazonas alerta para o risco de retrocesso

Redação

Deixe uma resposta