Amazonas Destaques Manaus

Beneficiários da GEAP relatam que estão passando constrangimento e insegurança no atendimento domiciliar

Funcionários públicos e seus dependentes, atendidos pela GEAP Autogestão em Saúde, relatam que não estão tendo o atendimento domiciliar, conhecido como home care, apropriado, em função de uma decisão da gerencia regional no Amazonas, que rescindiu o contrato com a empresa BRB Serviços em Saúde, responsável por essa prestação de serviço desde 2015.
O contrato havia sido renovado em outubro de 2019 , com período de vigência de 24 meses, podendo ser prorrogado por igual período, mas a GEAP enviou no dia 13 de maio desse ano, um documento informando a rescisão sem dar maiores detalhes.
A Empresa BRB Serviços em Saúde após não ter êxito numa solução administrativa, informa que ajuizou uma ação na justiça e conseguiu uma liminar mas a GEAP não retomou os serviços, ignorando a decisão judicial.
Benefíciários relatam que a GEAP contratou a empresa Hospital dos Milagres para a prestação do atendimento domiciliar mas eles alegam que se sentem inseguros em relação aos procedimentos adotados pela empresa, que não entrega medicamentos, EPI’s, oxigênio, entre outros.

Publicações relacionadas

Prefeito Arthur Virgílio Neto testou positivo para a Covid-19

Redação

‘Só vamos descansar quando a mudança na saúde estiver completa’, diz Wilson Lima em mensagem à Aleam

Redação

ACOMPANHE OS DESTAQUES DO DIA, COMEÇANDO COM ” início de processo de impeachment de Wilson Lima e do vice”

Redação

Deixe uma resposta