Amazonas Destaques Manaus

Banco da Amazônia abre os cofres e vai disponibilizar R$ 1,1 bilhão para financiamentos ao setor produtivo do Amazonas

O governador Wilson Lima ressaltou os esforços do banco em injetar novos recursos na região num momento em que o Estado sofre a maior crise sanitária de sua história

Recursos estarão disponíveis para setores do comércio, indústria, infraestrutura e projetos de sustentabilidade

O Banco da Amazônia S/A (Basa) vai oferecer este ano, R$ 1,1 bilhão em créditos para o setor produtivo do Amazonas, que envolve principalmente o comércio, a indústria, a infraestrutura e projetos de sustentabilidade, financiando investimentos de longo prazo, capital de giro ou custeio. Os recursos virão do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO), provenientes de 0,6% da arrecadação do Imposto de renda (IR) e Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) que são administrados pelo Basa, uma instituição financeira pública federal, vinculada ao Ministério da Fazenda. Em 2020, o Basa investiu R$ 1,4 bilhão no Estado do Amazonas.
Os recursos do FNO são aplicados por meio de programas de crédito, elaborados juntos com os governos estaduais, o que levou o governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC) a assinar nesta semana o protocolo de intenções de parceria, que é renovado anualmente.
Segundo o presidente do Basa, Valdecir Tose, R$ 894 milhões serão para financiamentos por meio do FNO e R$ 256 milhões por meio da carteira comercial da instituição bancária. Tose disse que aposta no incremento das atividades econômicas, apesar da crise sanitária por conta da pandemia do novo coronavírus que atinge a região.

As linhas de crédito deste ano vão contar com uma novidade que busca fomentar a bioeconomia, com compromisso socioambiental. Serão as linhas de crédito para o FNO Verde, que serão oferecidas a projetos ecologicamente inovadores.
O governador Wilson Lima ressaltou os esforços do banco em injetar novos recursos na região num momento em que o Estado sofre a maior crise sanitária de sua história e destacou que seu governo vem trabalhando para que empresários possam captar recursos junto ao Basa. “Damos todo o apoio e as orientações necessárias a potenciais clientes empreendedores”, salientou o governador.

Publicações relacionadas

Wilson Lima anuncia mutirão de vacinação de 24 horas para o público de 30 anos na terça-feira

Redação

Carro pega fogo na Avenida Mário Ypiranga em Manaus e fica destruído

Redação

Manaus ficará mais colorida com mudas de bouganville em logradouros públicos

Redação