Amazonas Destaques Manaus

Assembleia já recebeu sete pedidos de impeachment de Wilson Lima

🔻 Comissão Especial que vai apreciar denúncia deve ser montada na sexta-feira

🔻 Rejeição recorde do governador deve influir na decisão dos deputados

🔻 Juiz federal decide sobre planos de saúde

A Assembleia Legislativa do Amazonas já recebeu sete pedidos de impeachment do governador Wilson Lima (PSC) e do vice-governador Carlos Almeida Filho (PTB). O mais recente é o protocolado pelo presidente e vice da Associação dos Pastores do Amazonas, Francisco Marcelino da Costa e Isaac Souza Costa. Mas até o momento, o presidente da Casa, deputado Josué Neto (PRTB) acolheu um, assinado pelo presidente do Sindicato dos Médicos, Mário Vianna, e pela secretária-geral da entidade, Patrícia Sicchar.

✅ Comissão especial

Na sexta-feira (8/5), deve ser formada a Comissão Especial que vai analisar se o governador cometeu crime de responsabilidade. A comissão vai elaborar o relatório que será votado em plenário. O trâmite do pedido de impeachment deve demorar de dois a três meses.

✅ Pesquisa mostra apoio ao impeachment

A primeira pesquisa sobre a aprovação do governador Wilson Lima foi divulgada na terça-feira (5/5) pela Jornal da Rede Record de Televisão (veja o vídeo). 72% desaprovam a administração de Wilson Lima e apenas 17% aprovam. 11% não responderam ou não souberam avaliar. A desaprovação após o início da epidemia é ainda maior: 80% desaprovam e 16% aprovam. 4% não souberam responder. Sobre o pedido de impeachment, 70% aprovam e 22% são contra e 8% não souberam responder.

✅ Dados da pesquisa

A pesquisa foi realizada pelo instituto RealTime Big Data e ouviu 1.200 pessoas no dia 4 de maio e o nível de confiança é de 95%.

✅ Planos de Saúde

O juiz federal Ricardo Sales, acatou a ação pública da OAB/AM e determinou que os hospitais particulares de Manaus, passem a atender os pacientes com Covic-19 de planos de saúde conveniados, mesmo fora da carência. Quem não cumprir estará sujeito a multa de R$ 10 mil por paciente recusado.

✅ Decisão sobre lockdown deve sair hoje

A decisão do juiz Ronnie Frank Stone sobre o lockdown em Manaus é aguardada pra hoje depois que o juiz plantonista Antônio Itamar Gonzaga, se absteve de julgar ontem (5) o pedido feito pelo Ministério Público Estadual, em Ação Civil Pública. Antes de decidir, porém, Stones deve ouvir o governador Wilson Lima (PSC) e o prefeito Artur Neto (PSDB) que serão obrigados a adotar medidas ainda mais restritivas de circulação das pessoas, caso o lockdown seja exigido pela Justiça.

✅ Prefeiro Arthur pede cautela

O prefeito Arthur Neto defende que antes do magistrado tomar a decisão deve haver uma reunião com o governador e o prefeito. Arthur defende a adoção de medidas mais rígidas que forcem a adesão das pessoas ao isolamento social, “sem a decisão extrema e arriscada do lockdown”. O governador Wilson Lima não se posicionou sobre o pedido de lockdown do MPE.

✅ Governador do Para decide

O governador do Pará Helder Barbalho, decidiu pelo lockdows em nove cidades paraenses incluindo Belém. No Ceará a decisão também foi definida.

✅ Ministério Público

Enquanto o Ministério Público entrou na justiça com pedido de lockdows, a deputada estadual Alessandra Campello,apresentou requerimento solicitando que a Assembleia realize em dias próximos pelo menos uma sessão presencial.

Publicações relacionadas

Depoimento do vice complica governador

Redação

Regina Duarte toma posse e diz que buscará ‘pacificação e diálogo permanente’ com o setor cultural

Redação

MPF: pede anulação do julgamento do TRF e diz que ‘Maus Caminhos’ deve ser ‘federal’

Redação

Deixe uma resposta