Amazonas Brasil Destaques Manaus

Assembleia aprova título de Cidadão do Amazonas para Jair Bolsonaro

Deputado votou contra lembrando que Bolsonaro tem tomado medidas contra a Zona Franca

Parlamentar federal qualificou a concessão do titulo como absurda

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) aprovou nesta terça-feira (20) a concessão do título de “Cidadão do Amazonas” para o presidente Jair Bolsonaro (sem partido). O autor do projeto é o deputado Delegado Péricles (PSL) que justificou sua indicação “pela compra de vacinas e as transferências de recursos para o Estado e municípios” em função da pandemia da Covid-19. A previsão da entrega do título já é para a próxima sexta-feira, dia 23, quando Bolsonaro estará em Manaus para inauguração do anexo do Centro de Convenções Vasco Vasques.
O projeto foi aprovado com voto contrário do deputado Serafim Corrêa (PSB) e a abstenção do deputado Dermilson Chagas (Podemos). Serafim destacou inclusive a série de golpes sofridos pela Zona Franca de Manaus, desferidos justamente pelo governo de Jair Bolsonaro. “A ZFM vive sendo atacada e o seu ministro Paulo Guedes faz cara de paisagem”, disse ele, complementando: “Eu voto contra esse projeto. O presidente Bolsonaro não tem sido amigo da Amazônia, nem de Manaus. Ele subestimou a pandemia. Ele não comprou vacinas quando era para comprar; o seu ministro negligenciou na crise do oxigênio”, disse.
De Brasília, o deputado federal Zé Ricardo (PT-AM) definiu como “absurda” a homenagem e disse se tratar de “uma afronta ao povo amazonense e a milhares de pessoas que morreram com a pandemia de Covid-19”. O petista destacou também os ataques constantes à ZFM e as políticas de incentivos às queimadas e à invasão de terras indígenas. “Ele vendeu aeroportos no Amazonas, a Petrobras e a Amazonas Energia. Ainda retirou direitos e programas sociais que beneficiavam milhares de famílias pobres do nosso estado”, completou.

Publicações relacionadas

Detentos transformam entulhos em casinhas para cães abandonados

Redação

PF está em condomínio da Ephigênio Salles em Manaus

Redação

Sergio Moro anuncia demissão do Ministério da Justiça: frases

Redação