Destaques Manaus

Arthur Neto decreta ‘estado de emergência’, após 1° caso de novo coronavírus em Manaus

Após a confirmação do primeiro caso de Covid-19, em Manaus, o prefeito Arthur Virgílio Neto, declarou que deve ainda nesta sexta-feira (13) declarar estado de emergência no município.

A medida administração facilita a busca por recursos junto ao Ministério da Saúde e outros fornecedores. “A primeira medida será decretar estado de emergência, o que vai facilitar e muito nossas tratativas, e o que for necessário fazer para combater o vírus”, declara Arthur.

Ainda segundo Arthur, levando em conta que os idosos são o principal grupo de risco do novo coronavírus, a outra medida da prefeitura será antecipar a primeira parcela do 13° salário de aposentados e pensionista, que seria em julho, para o próximo dia 24 de março.  “Queremos garantir a tranquilidade financeira dessas pessoas”, explicou o prefeito.

E por último, Neto pediu que a população evite aglomerados com mais de 100 pessoas, o que ajuda na propagação do vírus.

Covid_19

Diante da confirmação do primeiro caso do novo coronavírus, o Covid-19, em Manaus, iremos decretar Situação de Emergência na capital e adotar as medidas iniciais que venham resguardar a nossa população. Entre elas, a antecipação da primeira parcela do 13° salário dos nossos aposentados e pensionistas, de julho para o dia 24 de março, uma vez que são, comprovadamente, mais vulneráveis a essa terrível doença por conta da idade e queremos garantir a tranquilidade financeira necessária para que possam se prevenir.

Publicado por Arthur Virgílio Neto em Sexta-feira, 13 de março de 2020
COMPARTILHE

Publicações relacionadas

Covid-19: Hospital de Campanha Municipal entra em funcionamento e já recebe três paciente

admin

Polícia Civil detém mais um integrante de quadrilha presa na operação ‘Overlord’

admin

Moradores afetados por incêndio no Educandos em 2018 fecham via em Manaus para cobrar indenização

admin

Deixe um comentário