Amazonas Destaques Manaus

Após Jefferson Peres em 2006 como vice no Amazonas, o estado pode ter mais um candidato a presidência do Brasil, Arthur Neto

O ex-prefeito de Manaus por dois mandatos e ex-senador e atual presidente do diretório regional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Arthur Virgílio Neto afirmou em sua rede social que é pré-candidatura nas Eleições de 2022, e quer ser presidente do Brasil.

No Amazonas já tivemos um pretendente a presidência do Brasil, foi Jefferson Peres, que acabou sendo candidato à vice-presidência nas eleições de 2006, na chapa do também senador pedetista Cristovam Buarque, do Distrito Federal.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-9508374237408663&output=html&h=345&adk=3023161240&adf=2096270731&pi=t.aa~a.396278152~i.5~rp.4&w=414&lmt=1624114492&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=3432251426&tp=site_kit&psa=0&ad_type=text_image&format=414×345&url=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2Fpolitica%2Fapos-jefferson-peres-em-2006-como-vice-no-amazonas-o-estado-pode-ter-mais-um-candidato-a-presidencia-do-brasil-arthur-neto%2F&flash=0&fwr=1&pra=3&rh=312&rw=374&rpe=1&resp_fmts=3&sfro=1&wgl=1&fa=27&dt=1624114492374&bpp=5&bdt=1622&idt=5&shv=r20210616&cbv=%2Fr20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D054bade9195c7a0c-226f29d32dba0089%3AT%3D1624114491%3ART%3D1624114491%3AS%3DALNI_MbnalkQVpX3FR5rdnqXrlXBXeAokw&prev_fmts=0x0&nras=2&correlator=5580242771582&frm=20&pv=1&ga_vid=1077106754.1624114492&ga_sid=1624114492&ga_hid=168066951&ga_fc=0&u_tz=-240&u_his=1&u_java=0&u_h=896&u_w=414&u_ah=896&u_aw=414&u_cd=32&u_nplug=0&u_nmime=0&adx=0&ady=1099&biw=414&bih=719&scr_x=0&scr_y=0&eid=31060973&oid=3&pvsid=78601007989670&pem=100&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C414%2C0%2C414%2C896%2C414%2C719&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=128&bc=31&ifi=2&uci=a!2&btvi=1&fsb=1&xpc=8CyC7mbDWG&p=https%3A//chumbogrossomanaus.com.br&dtd=25

Arthur falou sobre seu interesse nas prévias presidenciais que serão realizadas em novembro deste ano e explicou que se considera experiente para tentar o cargo. “Chego a essa disputa com 32 anos de serviços prestados ao PSDB e com a bandeira da defesa da Amazônia. Já está mais do que na hora do país enxergar a Amazônia da forma que deve ser vista. Eu tenho a honra de ser um dos quatro nomes a disputar essas prévias e todos os candidatos têm bagagem para essa disputa”, afirmou.

O político também afirmou que vem lutando para a realização das prévias desde 2018, porque esse é o caminho para ressignificação do PSDB, partindo da democracia interna para consolidar o Partido da Social Democracia como alternativa real de poder, diante das opções extremas que hoje existem. “O PSDB governou por oito anos e, quando não ganhou as eleições, foi o segundo, sendo escolhido pelo país para ser o fiscal do governo eleito. Muita gente não entende isso, mas é um lugar de honra, de respeito”, disse.

“Eu tenho essa obrigação de apresentar a Amazônia como uma das regiões mais importantes do país e do planeta e que precisa ser tratada com esses olhos estratégicos, olhos ambiciosos no bom sentido, com sustentabilidade, sabendo que o futuro do Brasil passa pelo futuro da Amazônia e que esse futuro passa pela manutenção da floresta em pé e pela exploração do banco genético, da biodiversidade, das águas potáveis que estão nas nossas mãos e vão virar commodities, com certeza”, pontuou.

Na análise do pré-candidato, as regras definidas para a eleição interna do PSDB dão mais oportunidades a todos os candidatos e o momento abre a possibilidade de todos debaterem suas propostas, apresentar suas ideias aos filiados e ao eleitorado em geral.

Entretanto, dentro do partido, Arthur tem um forte adversário, o atual governador de São Paulo João Doria, que também afirmou ser pré-candidato à Presidência nesta semana, e tem uma aceitação do público muito grande, uma das figuras políticas com maior apoio da Grande Mídia. Até novembro, muita coisa pode acontecer.

Publicações relacionadas

Invasores são detidos e autuados por desmatamento e queimadas no Km 1 da BR-174

Redação

Prefeito diz que novo centro integrado será um marco na educação em Manaus

Redação

Bayern vence PSG e conquista a Liga dos Campeões

Redação