Amazonas Destaques Manaus

Após Jefferson Peres em 2006 como vice no Amazonas, o estado pode ter mais um candidato a presidência do Brasil, Arthur Neto

O ex-prefeito de Manaus por dois mandatos e ex-senador e atual presidente do diretório regional do Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB), Arthur Virgílio Neto afirmou em sua rede social que é pré-candidatura nas Eleições de 2022, e quer ser presidente do Brasil.

No Amazonas já tivemos um pretendente a presidência do Brasil, foi Jefferson Peres, que acabou sendo candidato à vice-presidência nas eleições de 2006, na chapa do também senador pedetista Cristovam Buarque, do Distrito Federal.https://googleads.g.doubleclick.net/pagead/ads?client=ca-pub-9508374237408663&output=html&h=345&adk=3023161240&adf=2096270731&pi=t.aa~a.396278152~i.5~rp.4&w=414&lmt=1624114492&num_ads=1&rafmt=1&armr=3&sem=mc&pwprc=3432251426&tp=site_kit&psa=0&ad_type=text_image&format=414×345&url=https%3A%2F%2Fchumbogrossomanaus.com.br%2Fpolitica%2Fapos-jefferson-peres-em-2006-como-vice-no-amazonas-o-estado-pode-ter-mais-um-candidato-a-presidencia-do-brasil-arthur-neto%2F&flash=0&fwr=1&pra=3&rh=312&rw=374&rpe=1&resp_fmts=3&sfro=1&wgl=1&fa=27&dt=1624114492374&bpp=5&bdt=1622&idt=5&shv=r20210616&cbv=%2Fr20190131&ptt=9&saldr=aa&abxe=1&cookie=ID%3D054bade9195c7a0c-226f29d32dba0089%3AT%3D1624114491%3ART%3D1624114491%3AS%3DALNI_MbnalkQVpX3FR5rdnqXrlXBXeAokw&prev_fmts=0x0&nras=2&correlator=5580242771582&frm=20&pv=1&ga_vid=1077106754.1624114492&ga_sid=1624114492&ga_hid=168066951&ga_fc=0&u_tz=-240&u_his=1&u_java=0&u_h=896&u_w=414&u_ah=896&u_aw=414&u_cd=32&u_nplug=0&u_nmime=0&adx=0&ady=1099&biw=414&bih=719&scr_x=0&scr_y=0&eid=31060973&oid=3&pvsid=78601007989670&pem=100&eae=0&fc=1408&brdim=0%2C0%2C0%2C0%2C414%2C0%2C414%2C896%2C414%2C719&vis=1&rsz=%7C%7Cs%7C&abl=NS&fu=128&bc=31&ifi=2&uci=a!2&btvi=1&fsb=1&xpc=8CyC7mbDWG&p=https%3A//chumbogrossomanaus.com.br&dtd=25

Arthur falou sobre seu interesse nas prévias presidenciais que serão realizadas em novembro deste ano e explicou que se considera experiente para tentar o cargo. “Chego a essa disputa com 32 anos de serviços prestados ao PSDB e com a bandeira da defesa da Amazônia. Já está mais do que na hora do país enxergar a Amazônia da forma que deve ser vista. Eu tenho a honra de ser um dos quatro nomes a disputar essas prévias e todos os candidatos têm bagagem para essa disputa”, afirmou.

O político também afirmou que vem lutando para a realização das prévias desde 2018, porque esse é o caminho para ressignificação do PSDB, partindo da democracia interna para consolidar o Partido da Social Democracia como alternativa real de poder, diante das opções extremas que hoje existem. “O PSDB governou por oito anos e, quando não ganhou as eleições, foi o segundo, sendo escolhido pelo país para ser o fiscal do governo eleito. Muita gente não entende isso, mas é um lugar de honra, de respeito”, disse.

“Eu tenho essa obrigação de apresentar a Amazônia como uma das regiões mais importantes do país e do planeta e que precisa ser tratada com esses olhos estratégicos, olhos ambiciosos no bom sentido, com sustentabilidade, sabendo que o futuro do Brasil passa pelo futuro da Amazônia e que esse futuro passa pela manutenção da floresta em pé e pela exploração do banco genético, da biodiversidade, das águas potáveis que estão nas nossas mãos e vão virar commodities, com certeza”, pontuou.

Na análise do pré-candidato, as regras definidas para a eleição interna do PSDB dão mais oportunidades a todos os candidatos e o momento abre a possibilidade de todos debaterem suas propostas, apresentar suas ideias aos filiados e ao eleitorado em geral.

Entretanto, dentro do partido, Arthur tem um forte adversário, o atual governador de São Paulo João Doria, que também afirmou ser pré-candidato à Presidência nesta semana, e tem uma aceitação do público muito grande, uma das figuras políticas com maior apoio da Grande Mídia. Até novembro, muita coisa pode acontecer.

Publicações relacionadas

Governos do Amazonas e Federal vão abrir 60 leitos de enfermarias de campanha no Hospital Delphina Aziz

Redação

Clima tenso nos Rodoviários pode terminar em paralisação nos próximos dias

Redação

COM FAMÍLIA RECEBENDO MILHÕES DO GOVERNO, DEPUTADO SAULLO VIANNA TENTA INTERFERIR NA CONDUÇÃO DO PROCESSO DO IMPEACHMENT

Redação

Deixe uma resposta