Amazonas Destaques Manaus

Após estuprar e matar uma criança de 9 anos, tarado é preso e seu filho teve o CPF cancelado e genitálias arrancadas por populares

Um acusado de estuprar e matar uma criança de nove anos na cidade de Tomé-Açu, nordeste paraense, foi preso, na tarde desta quarta-feira (12), na terminal rodoviário de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém. Populares revoltados chegaram a matar e arrancar as genitálias de um filho do suspeito.

O acusado foi identificado como José Viana Lopes, de 47 anos, e foi preso por estuprar e matar uma criança de nove anos no último dia 6 de agosto, na vila de Barro Alto, zona rural de Tomé-Açu. O corpo da garota foi achado na noite daquele dia, próximo a uma área de igarapé.

De acordo com o delegado Daniel Castro, que realizou a prisão, o caso ainda foi marcado por outro episódio de violência: no último sábado (8), populares revoltadas saíram à procura de José Viana na casa dele; como não o encontraram, assassinaram o filho dele, de 22 anos, e arrancaram a genitália do jovem.

José Viana foi detido no terminal rodoviário de Belém, inicialmente, mas foi solto em audiência de custódia, nesta quarta-feira (12). Menos de uma hora depois, foi expedida a ordem de prisão temporária.

O delegado Daniel Castro – ao lado dos investigadores Pires e Ezinoel – fizeram diversas diligências e buscas até conseguir prender novamente José Viana, dessa vez no terminal rodoviário de Ananindeua, quando ele ia embarcar em uma van para o município de Igarapé-Miri.

José Viana foi apresentado na Seccional de Ananindeua.

Com Informações DOL

Publicações relacionadas

Deputados estaduais enviam mais de R$ 33 milhões ao governo para enfretamento da Covid-19

Redação

Peças clandestinas de carne bovina e suína são apreendidas após denúncia; quarteto foi preso

Redação

MICROSOFT BLOQUEIA ATUALIZAÇÃO DE WINDOWS 10 EM DIVERSOS DISPOSITIVOS

Redação

Deixe uma resposta