Amazonas Destaques Manaus

Amazonas já pagou R$ 570 mil por motos em desuso

Manaus – Um vídeo divulgado nas redes sociais mostrou que, antes de serem entregues, as 60 motocicletas alugadas para o projeto Rocam Motos, e que deveriam fazer parte do patrulhamento da cidade, estavam em completo abandono, desde janeiro deste ano. Na terça-feira (14), o Programa Amazonas Diário, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), mostrou que a empresa ACB Locadora já recebeu R$ 570 do governo do Amazonas, de um total de R$ 5,2 milhões de contrato.

Motocicletas estavam desde dezembro de 2019 no pátio da Secretaria de Segurança Pública do Estado (Foto: Laurismar Sampaio/GDC)

Nas imagens é possível ver as motocicletas em um pátio da sede da Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-AM). Segundo dados do Portal da Transparência, o contrato, de número 043 foi firmado entre o governo e a empresa locadora de veículos no dia 7 de novembro de 2019 para vigorar pelo período de dois anos.

Após o vídeo ser divulgado, as motos foram apresentadas pela SSP-AM, e deverão auxiliar no patrulhamento de Manaus. Segundo o secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Louismar Bonates, um dos motivos para a suspensão das apresentações das motocicletas foi a pandemia de Covid-19. “Veio o problema da pandemia e nós temos primeiro a responsabilidade com nosso policial, com a saúde do nosso policial. Nós não poderíamos ser irresponsáveis em colocar policiais, trabalhando em dupla, arriscando sua vida. O projeto estava pronto para ser lançado, faltava apenas a liberação da saúde, por causa da pandemia”, explicou Bonates.

Os policiais já participaram de treinamentos desde setembro passado. O projeto deveria ter sido lançado em dezembro de 2019, mas a previsão, segundo o secretário de Segurança, é para o fim de julho ou início do próximo mês.

Segundo o coronel reformado da Polícia Militar, Ubirajara Rosses, já existem policiais capacitados para execução do projeto, e operacionalização da companhia de motos, dentro da Rocam. Ele destaca ainda que o policiamento de motocicleta, no Brasil, é o que mais surte efeito, por conta da facilidade de locomoção.

“Já existe o policial, capacitação, já existe tudo que a gente precisa, o que estava faltando era uma vontade política. Em relação à apresentação das motocicletas, a gente percebe que é algo sem preparação, sem planejamento, que realmente corrobora com a destruição, com a incapacidade que é o governo”, destacou o coronel Rosses.

O contrato firmado pelo governo do Amazonas e a empresa ACB Locadora também garante a troca de peças e manutenção, entre outros serviços. A SPP-AM destaca ainda que o projeto tem o objetivo de dar rapidez ao atendimento do cidadão, em qualquer área da capital.

Publicações relacionadas

Susam ultrapassa em 16% meta de fornecimento de medicamentos especializados a usuários do SUS

Redação

​TCE-AM multa ex-presidente da Câmara de Tabatinga

Redação

Caixa econômica impede que amazonenses de Carauari recebam auxilio emergencial

Redação

Deixe uma resposta