Amazonas Destaques Manaus

Amazonas em alerta geral com o aumento dos casos de Covid-19

Governador convoca reunião de última hora com as autoridades da saúde para estudar novas medidas

Prefeito David Almeida mantém ônibus no Centro

Polícia Federal tem novo comandante no Amazonas

Jefferson Péres vai ganhar um vídeo especial

Pazuello vai ser punido e pode ir para a reserva

Bolsonaro vai definir quem comandará Ifam no Amazonas

Marcelo Ramos quer PL na disputa pela presidência do Brasil

Alerta geral

O aumento do número de internações por Covid-19, está deixando o governador Wilson Lima (PSC) em nível de alta preocupação. Ele mesmo revelou o fato, dizendo que precisou fazer uma reunião não programada com as equipes de Saúde do governo, no sábado (22), para conversar sobre o assunto, avaliar o cenário e tomar decisões. Lima revelou essa preocupação, ao site BNC, no domingo (23), quando anunciou ajuda financeira aos times de futebol do Estado. ‘Minha preocupação é com a terceira onda’, disse ele, revelando que houve aumento de 30% no número de internações. “Estamos tendo um aumento de casos respiratórios. Então é algo que precisamos ficar atentos”, disse ele.
Na sexta passada (21), o diretor-presidente da FVS-AM, Cristiano Fernandes já havia manifestado essa preocupação, alertando que o Amazonas já se aproxima perigosamente da fase vermelha, quando o risco de contágio é alto. “Nós não estamos livres da doença”, disse Fernandes.

Pazuello vai para a reserva

O comandante-geral do Exército, Paulo Sérgio Nogueira, vai enviar o general e ex-ministro da Saúde, Eduardo Pazuello para a reserva. Essa será a punição que o ex-ministro vai receber por participar do mini-comício do presidente Jair Bolsonaro, ontem (23), nas praias do Rio de Janeiro. Pazuello subiu no palanque, aplaudiu o discurso e não respeitou o distanciamento. Tudo isso sem máscara e promovendo aglomeração.
Pazuello é general três estrelas, militar da ativa e, conforme o Estatuto Militar, oficiais da ativa não podem participar de atos políticos. A punição será a transferência para a reserva.

Meu exército

O problema é que o comandante de honra do Exército, é o presidente Jair Bolsonaro, que tem poder para reverter a decisão do alto comando. Mas vai criar uma situação de crise com os militares, que ele chama carinhosamente de “meu exército”.
O receio do comando-geral é que se não houver a punição pelo descumprimento do estatuto, os demais militares possam se achar no direito de também participar de atos políticos.

Reconvocado

Ao participar do ato pró-Bolsonaro no Rio de Janeiro, o ex-ministro Pazuello irritou também os senadores da CPI da Pandemia. Vários deles já haviam apresentado requerimento para sua reconvocação. Mas ao aparecer sem máscara e descumprindo regras de distanciamento social vai ter que explicar essa atitude à CPI. “Pazuello se indiciou para voltar à CPI ao ir sem máscara a ato”, disse o vice-presidente da CPI, Randolfe Rodrigues (Rede-AP).

Depoimento capenga

Nesta semana, a CPI da Pandemia vai ouvir a médica Mayra Pinheiro, do Ministério da Saúde, defensora ferrenha do “tratamento precoce” da Covid-19 com medicamentos comprovadamente ineficazes, como a hidroxicloroquina. Só não vai poder entender a atuação dela no Amazonas, porque ela recebeu salvo conduto do STF para não falar nada sobre o que fez em dezembro de 2020 e janeiro de 2021. Mas vai ter que explicar como se deu a compra e distribuição de comprimidos pelo Ministério da Saúde, inclusive para Manaus e para o estado do Amazonas.

Carlos Almeida a um passo do PSDB

As conversas avançaram entre o presidente estadual do PSDB, Arthur Neto, e o vice-governador Carlos Almeida Filho. Carlos Almeida procura um novo partido depois de perder o PTB para o governador Wilson Lima. Os dois voltaram a conversar neste domingo e o martelo pode ser batido a qualquer momento. Carlos Almeida vem dizendo a amigos próximos que não está morto politicamente e aposta numa reviravolta ainda em junho.

Amazonino já prepara retorno

Quem esteve com Amazonino Mendes nos últimos dias está impressionado com o vigor físico do ex-governador. Amazonino deve tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19 até o início de junho e já prepara sua volta para Manaus. Amazonino lidera com folga todas as pesquisas de opinião para governador e para o Senado.

Saulo Vianna acelera

Saullo Vianna intensificou nas últimas semanas o seu projeto de 2022, que é o de conquistar uma das oito vagas de deputado federal. Saullo descartou ser secretário estadual, mas mantém o trabalho focado no interior, sem esquecer das bases da capital.

Ramos quer PL disputando a presidência

Com as atuais regras eleitorais determinando que os partidos tenham que fazer suas chapas de deputados e alcançar sozinho o quociente eleitoral, estimado em 220 mil a 230 mil votos, o deputado federal Marcelo Ramos passou a defender que o seu partido (Partido Liberal – PL) tenha candidato à Presidência da República. “Nosso partido simboliza um centro político liberal e democrático”, escreveu Ramos no Twitter.

Jefferson Péres em vídeo

Filiados ao PDT do Amazonas em parceria com a Fundação Leonel Brizola, estão produzindo um vídeo sobre a prática política do senador Jefferson Péres, destinado a mostrar um jeito ético de fazer política. O senador Péres faleceu há 13 anos.

Bolsonaro vai escolher reitor do IFAM

O professor Jaime Cavalcante foi o mais votado para o cargo de reitor do IFAM e o seu nome está no Planalto. A expectativa é que esta semana o presidente Jair Bolsonaro confirme a indicação.

Prefeito mantém ônibus no Centro

O prefeito David Almeida (Avante) resolveu manter a circulação de ônibus no Centro de Manaus, apesar da água ter invadido algumas pistas. David esteve no domingo nesses locais e observou que os veículos conseguem trafegar apesar da água. “Enquanto isso for possível, vamos manter os trajetos”, disse ele. A preocupação é não prejudicar o comércio do centro da cidade, com a alteração das rotas.

Almada assume PF no Amazonas

O delegado Leandro Almada tomou posse na sexta-feira (21) como superintendente da Polícia Federal no Amazonas. Ele substitui Alexandre Saraiva, que foi demitido depois de apresentar notícia-crime contra o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles. Leandro Almada recebeu elogios do ex-superintendente: “Um policial honrado, com vasta experiência e carreira irretocável, razões que o credenciam para ocupar o cargo máximo da PF no Estado”, escreveu Saraiva no Twitter.

Publicações relacionadas

Confiante que Pandemia vai passar, Superintendente da Suframa diz que Governo do AM errou ao colocar Câmaras Frigoríficas na área externa do Delphina Aziz. “Colocar Frigorífico lá no Hospital não combate a causa. Acaba criando uma grande Histeria na População”, disse Alfredo Menezes. VEJA VÍDEO

Redação

MPF: Justiça proíbe continuidade de obras de empreendimento residencial no Tarumã, em Manaus (AM)

Redação

Josué Neto constrói apoio em Brasília pela abertura da exploração do Gás no Amazonas

Redação

Deixe uma resposta