Amazonas Destaques Manaus

Amazonas deve ter Wilson e Amazonino disputando o governo. Arthur, Omar e Menezes vão brigar pelo Senado…

As últimas pesquisas divulgadas no estado e as realizadas para consumo interno indicam que o cenário político das eleições majoritárias no Amazonas está praticamente definido. Para o governo, teremos uma reedição de Wilson Lima e Amazonino, enquanto o Senado será ´palco de uma disputa travada entre Arthur, Omar e Coronel Menezes.

Amazonino, mesmo liderando todas as pesquisas, aparentemente não tem o básico: oxigênio, margem para crescimento e principalmente aliados que possam agregar valores e votos para sua candidatura. Ele está garantido no 2º turno, mas ao chegar lá, enfrentará dificuldades quase insuperáveis para eleger-se governador pela quinta vez no Amazonas. Wilson Lima, por outro lado, tenta se recuperar dos desgastes sofridos nos seus dois primeiros anos de governo e já conseguiu se livrar de um vice que era sinônimo de problema. De fato, ninguém o suportava no meio político e ele se comportava como um sabotador nato do governo.

Wilson fez a sua parte e lançou um mega pacote de obras, criou programas sociais de grande relevância, tomou as rédeas do governo, logrou aliados importantes, declarou publicamente apoio ao presidente Bolsonaro e ainda conta com a parceria do prefeito David Almeida, que tem 80% de aprovação popular para sua gestão. Isso sem falar da força da máquina pública, do tempo de TV e de um arco de aliança partidária que vão lhe garantir o teto máximo para o Fundo Eleitoral. Wilson tem a reeleição nas suas mãos, quer dizer, na sua caneta.

Desenhado esse contexto, a disputa para o Senado será icônica. Artur está na frente hoje, Omar Aziz e Menezes estão praticamente empatados tecnicamente. Porém, os dois velhos políticos parecem ter chegado no teto, enquanto o novato Menezes tem muito para crescer e chegar em outubro com chances reais de vencê-los. Para isso, precisa contar com alguns fatores que vão ajudá-lo de forma decisiva. O maior e mais importante deles será, sem nenhuma dúvida, o apoio declarado de Bolsonaro à sua candidatura. Esse será um diferencial fundamental, já que em 2022 o PL terá tempo de TV para apresentar Menezes e também o próprio presidente ao interior do estado.

Na disputa pelo Senado, quem aparece em quarto lugar é Chico Preto, que tem o mesmo eleitorado do Coronel Menezes e está tirando alguns pontos percentuais importantes. Sem ele no cenário, o veterano do Exército estaria em segundo lugar e empatado tecnicamente com o ex-prefeito Arthur Neto na liderança. Esse fato deixaria Omar praticamente sem chances de reeleição. Derrotar Omar é tudo que o presidente Bolsonaro deseja… E os Bolsonaristas do Amazonas certamente vão saber fazer a sua melhor escolha.

Menezes, na hora da decisão, espera contar com o voto útil dos Bolsonaristas e daqueles que vão perceber que votar em Chico Preto, caso ele mantenha sua candidatura, é o mesmo que votar em Arthur Neto e Omar Aziz. Neste instante decisivo, a eleição para o Senado estará encaminhada para o candidato apoiado pelo presidente Bolsonaro no Amazonas.

Meu palpite é que em outubro vai dar BOLSONARO, WILSON e MENEZES… Será com sangue, suor e lágrimas!

Que phase!

Publicações relacionadas

Maternidade Moura Tapajóz dá início a curso sobre ‘Extração Manual de Leite Humano à Beira Leito’

Redação

Senado deve votar regulamentação do novo Fundeb nesta semana

Redação

Reunião dos Portais Amazonenses repercuti nos bastidores da Secom e Semcom e sindicato deve usar o selo para jogar no lixo

Redação

Deixe um comentário