Amazonas Destaques Manaus

Amazonas confirma caso de infecção por mucormicose

Um caso de mucormicose foi confirmado em um paciente de Manaus, segundo informou a Fundação de Medicina Tropical Dr. Heitor Vieira Dourado nesta terça-feira (1º). Veja no vídeo acima os riscos do fungo.

O fungo foi diagnosticado em um homem, de 56 anos, residente em Manaus. Com histórico de diabetes tipo 2, usuário de insulina, o paciente foi internado em 12 de abril, no Hospital e Pronto-Socorro Dr. João Lúcio, na Zona Leste da capital. Depois, ele foi transferido para o hospital da Fundação de Medicina Tropical, onde morreu em 16 de abril.

Ao ser internado, o paciente apresentou sintomas gripais, mas o teste RT-PCR teve resultado negativo para Covid-19. Ele apresentou prurido no olho direito, que avançou para uma infecção.

A Fundação de Medicina Tropical realizou exame de cultura do material colhido do paciente e confirmou a presença do agente Rizhopus ssp, compatível com a mucormicose.

A FMT ressalta que, após a confirmação, o material foi enviado para o laboratório da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e foi emitido um alerta para os médicos que atendem pacientes com Covid-19 e diabetes.

O que é a mucormicose?

https://d3a2e4cbccc966440a557a63adfa38ed.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html

Popularmente conhecido como “fungo preto”, o quadro mata mais de 50% dos acometidos. Muitos precisam passar por cirurgias mutilantes, que retiram partes do corpo afetadas pelo micro-organismo, como os olhos.

A infecção provocada por fungos já acometeu quase 9 mil pacientes com Covid-19 na Índia. Os especialistas acreditam que essa diminuição da imunidade pode desencadear casos de mucormicose.

Publicações relacionadas

População de Manaus avalia que floresta em pé contribui para economia

Redação

CPI da Saúde desmente Carla Pollake e aponta indícios da sua ligação com o Governo Wilson Lima

Redação

Prefeito reforça a necessidade da suspensão dos feriados

Redação

Deixe um comentário