Amazonas Destaques Manaus

Amazonas apresentou queda nas hospitalizações e na fila de espera por leito clínico e de UTI, na rede hospitalar estadual

Supremo Tribunal Federal dá prazo para Governo Federal definir quem é prioritário na vacinação

Critérios de vacinação deixam dúvidas quanto as prioridades em Manaus

Prefeitura anuncia decreto que veta qualquer evento de carnaval

Crise atinge gigantes do Polo Industrial de Manaus, mas Zona Franca resiste

Governo Wilson Lima espera pela Assembleia para destinar dinheiro aos municípios

Conforme o boletim epidemiológico da Fundação de Vigilância em Saúde, nas últimas 24 horas, apenas 45 pessoas deram entrada para internação, com quadro de Covid-19. No domingo (7), foram 121 hospitalizados. A ampliação na oferta de leitos para atendimento a pacientes da doença, reduziu o número da fila de espera. Hoje são 336 aguardando. Portanto, são 220 em Manaus e 116 no interior. No domingo, o Estado tinha 456 pessoas a espera de leitos.

Quem tem prioridade para vacinar?

O ministro Ricardo Lewandowski determinou que o governo federal defina uma ordem de preferência, entre os grupos prioritários, para orientar a vacinação contra a Covid-19. Para o ministro, não está claro qual dos grupos prioritários deveria ser atendido primeiro. O governo federal tem cinco dias para apresentar uma ordem baseada em critérios científicos.

Confusão nas prioridades

Em Manaus, por exemplo, há confusão nas prioridades. Clínicas particulares nas mais diversas formatações estão aproveitando para vacinar seus funcionários. Desde pessoal que trabalha em clínica veterinária a quem faz atendimento de fisioterapia em espaços específicos, passando por dentistas, estão sendo vacinados. Muitas pessoas comemoraram a imunização com postagem nas redes sociais, aumentando outra vez dúvidas quanto aos critérios que estão sendo adotados.

Carnaval 2021 só em casa

A Prefeitura de Manaus comunicou que, em virtude da pandemia do novo coronavírus, as atividades ligadas ao Carnaval 2021 serão suspensas no município e nos próximos dias. O Governo do Estado se antecipou e anunciou no final do mês o cancelamento de qualquer atividade carnavalesca.

Pico de matrículas

O site Matrículas Amazonas, criado pelo governo estadual para concentrar os pedidos de matrículas nas redes municipal e estadual de ensino, registrou pico de seis mil acessos simultâneos, segundo a Prodam, empresa que opera o sistema. No primeiro dia de matrículas, foram mais de 34 mil solicitações de reserva de vagas. A volta às aulas será no dia 18, de forma remota, com transmissão pela internet ou pela TV Encontro das Águas.

Assembleia discute sobre dinheiro para municípios

A Assembleia Legislativa do Amazonas deve iniciar hoje a análise e votação do projeto do Governo do Estado que pretende remanejar parte do FTI (Fundo de Fomento ao Turismo e Infraestrutura) para municípios do interior. O Governo Wilson Lima quer repassar R$ 160 milhões para o interior, para que possam atender os pacientes de Covid-19.

Julgamentos no TCE

O Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) julga nesta terça-feira (9), 353 processos de gestores e ex-gestores públicos. A maioria dos casos é de pedidos de aposentadorias e pensões, sendo apenas 24 prestações de contas de gestores e ordenadores de despesas.

Crise atinge gigantes do Polo Industrial de Manaus

O jornal O Estado de São Paulo publicou uma ampla reportagem demonstrando como a pandemia tem afetado a produção industrial da Zona Franca de Manaus. Gigantes da produção como a Moto Honda e a Whirlpool apontam retração na capacidade de produção, em função das mudanças de horários e falta de insumos. A Whirlpool em Manaus ocupava 90% da sua capacidade de produção e, em janeiro, essa fatia tinha se reduzido para 65%.

Honda reduz produção

A Moto Honda indicou que há indisponibilidade de alguns modelos de motos, uma vez que ela suspendeu sua produção recentemente e as mudanças de turnos alteraram o trabalho na planta do Polo Industrial de Manaus. E a falta de motos acontece justamente em período de demanda aquecida, por conta do boom dos serviços de entrega porta a porta, os chamados delivery. “A Abraciclo, entidade que reúne a indústria do setor de duas rodas, acredita que o déficit na entrega de motocicletas varia, no momento, entre 150 mil e 200 mil unidades”.

Eletroeletrônicos estão em baixa

Em janeiro – com o decreto de restrições em vigor – as fábricas de eletroeletrônicos passaram a operar em apenas um turno, reduzindo sua produção entre 30% e 40%.

Zona Franca resiste

“Mesmo com a pandemia, as indústrias da Zona Franca de Manaus(AM) registraram crescimento no ano passado. De janeiro a outubro de 2020, o último dado disponível, o faturamento dos fabricantes instalados no Polo Industrial de Manaus somou R$ 95,49 bilhões, segundo as estatísticas da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa). Em relação ao mesmo período de 2019, é um acréscimo de 9,71%. De janeiro a outubro de 2019, a receita do polo tinha atingido R$ 87,04 bilhões. Já em dólar, por causa da forte desvalorização cambial, a receita do polo industrial encolheu em relação a 2019”, indica reportagem do Estadão.

Eleição em Coari

Marcada para acontecer até o dia 27 de janeiro, está ficando para trás a nova eleição para a Prefeitura de Coari, em função da pandemia da Covid-19. Desde dezembro passado, o TRE-AM cassou o prefeito reeleito em Coari Adail Pinheiro Filho (Progressista) e determinou novas eleições. Mas depois entrou em recesso de fim de ano, veio a segunda onda da Covid e agora não há data prevista para o pleito.

Publicações relacionadas

Prefeito David Almeida recebe convite para assumir vice-presidência de Floresta da FNP

Redação

USANDO O ZOOM? SAIBA COMO MANTER SUA EMPRESA SEGURA

Redação

TJAM lista entes públicos devedores

Redação

Deixe uma resposta