Amazonas Manaus

265 aldeias indígenas vão receber vacinas contra Covid-19 no AM

Doses começarão a ser distribuídas por aeronaves a 21 municípios do estado e, a partir daí, serão levadas a outras cidades com acesso pelos rios.

A vacina contra a Covid-19 será distribuída para 265 aldeias indígenas em 16 municípios do Amazonas, informou a Secretaria da Saúde. De acordo com o coordenador do Dsei, embarcações de grande porte serão as bases para as lanchas rápidas levarem as equipes e as vacinas a todas as aldeias.

O coordenador do Distrito Sanitário Especial Indígena de Manaus (Dsei), Januário Neto, afirmou que a população de indígenas no estado é de 30.240 e, em um primeiro momento, 15.300 serão vacinados. A primeira pessoa a receber a vacina no Amazonas foi justamente uma indígena, a enfermeira Vanda Ortega.

Um avião da Força Aérea Brasileira (FAB) chegou a Manaus na noite de segunda-feira, com 256 mil doses da CoronaVac. Em todo o Amazonas, mais de 230 mil pessoas foram infectadas pela Covid, e mais de 6 mil morreram com a doença.

Vacinação no interior

De acordo com o governo do estado, primeiramente, as doses serão levadas a 21 municípios do Amazonas que podem receber os lotes por meio de aeronaves. Em seguida, ainda nesta terça-feira, elas devem ser distribuídas para os demais municípios com acesso por rios.

As doses serão entregues para as Secretarias Municipais de Saúde e Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI). As equipes de vacinação de cada município serão responsáveis pelos cronogramas e atendimentos para a população.

Para o trabalho, o governo do estado informou ainda que 495 salas de vacinas dos 62 municípios do Estado já estarão abertas a partir desta terça-feira.

Vanda Ortega é indígena do povo witoto, 33 anos, é técnica em enfermagem. Nasceu no município de Amaturá, na calha do rio Solimões.

Campanha de Vacinação

O Plano Operacional da Campanha de Vacinação foi iniciado na segunda (18). Para a primeira fase de vacinação, serão contemplados os trabalhadores da saúde, população indígena aldeada maior de 18 anos e idosos acima de 60 anos vivendo em asilos, além de idosos acima de 75 anos receberão a vacina.

O estoque de vacina atual entregue ao Amazonas pelo Ministério da Saúde (MS) na segunda (18) é suficiente para aplicar a primeira e a segunda dose em 128 mil pessoas dos grupos prioritários, conforme o governo. A segunda dose ficará disponível após 28 dias.

Campanha de Vacinação

O Plano Operacional da Campanha de Vacinação foi iniciado na segunda (18). Para a primeira fase de vacinação, serão contemplados os trabalhadores da saúde, população indígena aldeada maior de 18 anos e idosos acima de 60 anos vivendo em asilos, além de idosos acima de 75 anos receberão a vacina.

O estoque de vacina atual entregue ao Amazonas pelo Ministério da Saúde (MS) na segunda (18) é suficiente para aplicar a primeira e a segunda dose em 128 mil pessoas dos grupos prioritários, conforme o governo. A segunda dose ficará disponível após 28 dias.

Publicações relacionadas

MEC vai abrir consulta sobre data do Enem 2020

Redação

Enchentes, surto de Dengue e pandemia do Covid castigam a população do Acre

Redação

GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO apresenta plano para cobertura das Eleições 2020

Redação

Deixe uma resposta