Amazonas Destaques Manaus

Polícia busca em área de mata menino de 2 anos que sumiu do pátio de casa em Manaus

Polícia realiza buscas em área de mata — Foto: Alexandre Hisayasu/Rede Amazônica
Polícia realiza buscas em área de mata — Foto: Alexandre Hisayasu/Rede Amazônica

Polícia realiza buscas em área de mata — Foto: Alexandre Hisayasu/Rede Amazônica

Uma semana após o desaparecimento do menino Erlon Gabriel Dias Costa, de 2 anos, a polícia deu inicio a uma varredura em uma área de mata, próximo à casa da criança, na manhã desta sexta-feira (14). O menino sumiu na manhã do dia 6 de fevereiro enquanto brincava no pátio da residência da família, no bairro Tarumã-Açú, na Zona Oeste de Manaus.

A varredura teve início nas primeiras horas da manhã desta sexta-feira (14) e conta com uma equipe da Polícia Civil, representada pela titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (DEPCA), delegada Joyce Coelho.

Diversas notícias falsas estavam sendo espalhadas em redes sociais sobre o paradeiro da criança. Na tarde desta quinta-feira (13), a delegada se pronunciou sobre o andamento das buscas pela criança. A polícia não encontrou, ainda, indícios que apontem para um sequestro.

Criança de dois anos desaparece enquanto brincava no pátio de casa, em Manaus — Foto: Arquivo Pessoal
Criança de dois anos desaparece enquanto brincava no pátio de casa, em Manaus — Foto: Arquivo Pessoal

Criança de dois anos desaparece enquanto brincava no pátio de casa, em Manaus — Foto: Arquivo Pessoal

“Destaco que, as investigações seguem em andamento para localizá-lo, nenhuma possibilidade pode ser descartada, porém ainda não encontramos indícios de sequestro”, declarou a delegada.

Participam também das buscas pelo menino, policiais da Companhia Independente de Policiamento com Cães (CIPCães).

Entenda o caso

A criança de dois anos desapareceu na manhã do dia 6 de fevereiro enquanto brincava no pátio de casa, no bairro Tarumã-Açu, Zona Oeste de Manaus.

A vendedora Maria Dias, de 33 anos, mãe do menino, é moradora da Rua Sete da comunidade União da Vitória. Além da criança, ela também tem uma filha de 12 anos. Maria disse que, por volta das 11h, preparava o almoço dentro de casa, e o filho brincava no pátio, como de costume. Ela acredita que o filho tenha sido sequestrado.

Related posts

Réveillon de Manaus reúne 300 mil pessoas em três pontos de festa

admin

Recadastramento de servidores públicos municipais começa nesta segunda-feira

admin

Ataque equivale a declaração de guerra dos EUA ao Irã

admin

Leave a Comment