Amazonas Destaques Manaus

Motoristas de aplicativos fecham entrada e protestam contra alto preço do combustível, em Manaus

Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto  preço do combustível, em Manaus  — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM
Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto  preço do combustível, em Manaus  — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto preço do combustível, em Manaus — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Um grupo de motoristas de transporte por aplicativo fecharam a entrada de distribuidoras de combustíveis no Ramal da Enseada, no Distrito Industrial I, Zona Sul de Manaus, desde as primeiras horas da manhã desta quinta-feira (13). A categoria protesta contra o aumento no preço do combustível.

Sobre o preço, a Petrobras informou, por meio da assessoria, que não tem ingerência no preço ao consumidor final.

De acordo com o presidente da cooperativa dos motoristas por aplicativo, João Rodrigues, os motoristas estão reunidos no local desde às 22h desta quarta-feira (12). Ele disse que cerca de mil motoristas já passaram pelo protesto.

Na manhã desta quinta-feira (13) por volta das 8h cerca de 200 motoristas estavam no local.

Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto  preço do combustível, em Manaus  — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM
Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto  preço do combustível, em Manaus  — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Motoristas de aplicativos fecham entrada de distribuidoras e protestam contra alto preço do combustível, em Manaus — Foto: Eliana Nascimento/G1 AM

Eles impediram a entrada dos caminhões que abastecem postos de gasolinas no ramal que dá acesso às distribuidoras.

“Já fizemos inúmeras manifestações contra o preço alto do combustível, já fizemos reunião na assembleia, conversamos com autoridades e nada é feito. Como prometido, não teve resultado nos postos de gasolina, fechamos a entrada das distribuidoras”, contou o presidente.

Na entrada que dá acesso ao ramal, policiais montaram uma barreira para impedir a entrada de mais motoristas.

Segundo o presidente, a categoria solicitou uma audiência dentro da Assembleia Legislativa do Estado, mas foi negado pelo presidente da Aleam. O G1 aguarda posicionamento do legislativo.

Uma equipe do Departamento Estadual de Trânsito do Amazonas (Detran) esteve no local.

Um advogado, representante da classe, se reuniu com um comandante da Polícia Militar e o presidente da classe, na tentativa de finalizarem a manifestação, mas os motoristas afirmaram ao G1 que só saem do local quando o preço dos combustíveis reduzirem.

Related posts

Josué Neto participan de reunião com Vice-presidente da República General Mourão sobre o Conselho da Amazônia

admin

Vídeo mostra o momento exato em que homem com capacete atira em Cid Gomes pelas costas

admin

Prefeitura beneficia mais de 650 alunos universitários em negociação com faculdade

admin

Leave a Comment