Cultura Destaques Manaus

Réveillon de Manaus reúne 300 mil pessoas em três pontos de festa

Um público de 300 mil pessoas celebrou a chegada do Ano Novo no “Réveillon 2020”, promovido pela Prefeitura de Manaus. Mais de 30 horas de festa e de 20 atrações, entre locais e nacional, animaram a noite do dia 31/12 e as primeiras horas desta quarta-feira, 1º/1,  em três pontos da cidade: no Complexo da Ponta Negra (zona Oeste), Shopping Phelippe Daou (zona Leste) e Orla do Amarelinho (zona Sul).

A exemplo dos anos anteriores, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, prestigiou os três locais de festa, acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro. Por volta das 20h30, o prefeito subiu ao palco do Shopping Phelippe Daou, para saudar o público da zona Leste, desejar votos de feliz ano novo, local onde também fez uma homenagem ao cantor Arlindo Júnior, que morreu no último domingo, 29/12. Em seguida, às 21h30, prefeito e primeira-dama  prestigiaram o show da virada do bairro Educandos, zona Sul.

Por volta das 23h15, já na Ponta Negra, Arthur celebrou a chegada de 2020 junto a aproximadamente 200 mil pessoas, quando aproveitou para fazer um balanço do ano positivo de 2019 para Manaus e uma projeção para 2020. “Manaus é a cidade mais organizada financeiramente do país, tetracampeã em responsabilidade previdenciária, terceira cidade que mais cresce em arrecadação própria, proporcionalmente. É uma cidade que tem uma máquina pequena, mas ajustada, que tem metas que são cumpridas até o final. Para 2020, desejo muito mais amor, trabalho, segurança e paz. Quem me conhece sabe que eu amo Manaus. Feliz Ano Novo a todos”, destacou o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, que puxou a contagem regressiva para a chegada do Ano-Novo.

Um show pirotécnico com duração de 10 minutos iluminou o céu e encantou as milhares de pessoas presentes. Realizado pelo quinto ano consecutivo às margens do rio Negro, a praia foi tomada pelo público que permaneceu no local até o primeiro raiar do sol do ano novo.  Passava de meia-noite, quando a atração nacional Jerry Smith subiu ao palco incendiando o público ao som do batidão do funk.

“Já tive oportunidade de cantar em Manaus, e em outro Réveillon. Mas é incrível o que acontece nesta cidade. Me sinto à vontade aqui. Meu primeiro show de 2020, primeira vez aqui com uma banda completa, com dançarinas. Incrível a energia desse público”, comentou o cantor.

O pagodeiro Uendel Pinheiro, sensação das rodas de samba de Manaus, deu continuidade a festa, cantando hits de sucesso acompanhado pelo público presente. E foi o cantor amazonense Guto Lima, que encerrou em grande estilo a festa na praia da Ponta Negra, já amanhecendo o dia.

O diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula, ressaltou o potencial turístico das festas de Réveillon que acontecem em Manaus.

” O Réveillon da cidade de Manaus é um marco para o turismo brasileiro, mundial, pela proporção que vem tomando. O Réveillon de Manaus ainda passa por todas as zonas da cidade, espalhando a magia dessa festa. Coroamos o ano de 2020 com muita alegria!”, comentou o diretor-presidente da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), Bernardo Monteiro de Paula.

Zona Leste

O palco Phelippe Daou, na zona Leste, também contou com o show de Guto Lima. Após a queima de fogos, o cantor comandou a festa que foi até as 5h com o forró do Tomi Xote e Toininho e Forró Show, encerrando a festa.

Zona Sul

O tradicional Réveillon da zona Sul, que acontece na Orla do Amarelinho, contou com oito atrações para animar um público de 5 mil pessoas que compareceu no Palco Amarelinho. O mecânico Luís Arthur Santos, 52, que participa desde a primeira edição da festa há oito anos, levou toda a família para celebrar 2020 no local. “Eu sou morador daqui e venho todo ano, desejo muita prosperidade a todos e, principalmente, a todas as famílias do meu querido bairro”, disse.

No palco da Orla do Amarelinho, após a queima de fogos, foi a vez da Banda Impakto agitar o público. O forrozão Já Kero e Kadu Almeida levaram a festa até as 4h.

Demais pontos

Outros pontos da cidade, como o Viver Melhor, na zona Norte, e Colônia Antônio Aleixo, na zona Leste, também receberam apoio da Prefeitura de Manaus para as festas da virada do ano, e, ainda, o Réveillon de Yemanjá, promovido pela Articulação Amazônica dos Povos Tradicionais de Matriz Africana (Aratrama) e a Associação de Desenvolvimento Sociocultural Toy Badé, que acontece até esta quinta-feira, 2/1, na Ponta Negra.

Homenagem

A noite também foi de homenagens ao eterno “Pop da Selva”, Arlindo Júnior, que morreu no último dia 29. Em todos os pontos da festa, cantores e amigos de Arlindo lembrando o talento e grandiosidade do artista para o boi-bumbá e a cultura amazonense.

O grupo Canto da Mata, primeiro a se apresentar na zona Leste, relembrou sucessos do “Pop da Selva’ e dedicou, com tristeza e pesar, o show da noite. No Educandos, a Banda Impakto puxou a homenagem ao artista e na Ponta Negra, Uendel Pinheiro interpretou as toadas “O Amor está no ar”, de Chico da Silva, e “Pesadelos dos Navegantes”,  de Ronaldo Barbosa, esta última do Boi Caprichoso, eternizada na voz de Arlindo Júnior que ganhou uma versão de samba interpretada pelo Pop da Selva e Uendel, no DVD do pagodeiro.

Operacional

Para a realização do Réveillon 2020 em três pontos de Manaus – Ponta Negra, Shopping Phelippe Daou e Educandos, atuaram 1,5 mil agentes de diversas secretarias municipais, entre outros órgãos envolvidos na operação.

Related posts

Manaus registra cinco mortes durante réveillon, aponta IML

admin

Ornatos natalinos trazem luz e embelezam as ruas de Manaus no ‘Natal do Abraço’

admin

Policiais militares promovidos por atos de bravura contam suas experiências de salvar vidas

admin

Leave a Comment