Ex-deputado federal Francisco Praciano retoma atividades políticas em Manaus

0
2

Manaus – Em visita à Câmara Municipal de Manaus (CMM), nessa segunda-feira (3), após se recuperar de um quadro grave de choque séptico originado por uma pneumonia aguda, em 2016, o ex-deputado federal Francisco Praciano (PT) DISSE que o partido dele avalia lhe lançar candidato ao Senado, em 2018,  na busca de sua “reafirmação no cenário nacional”.

Praciano informou que o partido está traçando a estratégia de colocar na disputa pessoas que apresentem densidade eleitoral. “Não estou muito motivado para candidatura, estou motivado para fazer política como cidadão. O partido está propondo o Senado, pois fui bem votado na última eleição que participei. Ainda estou me recuperando e vamos continuar conversando sobre isso”, disse.

De acordo com ele, o objetivo é recuperar o que a legenda perdeu na última eleição municipal, com uma grande queda do número de vereadores e prefeitos em todo o Brasil. “Não queremos ter prejuízo no Congresso, em 2018. O próprio Lula está propondo lançar pessoas que são referencia. Até ele, que no inicio não queria, agora quer se lançar à Presidência”, afirmou.

Para o ex-deputado há uma distorção de imagem do quando se fala em PT, segundo ele, por influência da mídia. Praciano criticou as reformas do governo federal e as ações do presidente Michel Temer (PMDB).

O ex-deputado  destacou que o caminho para o fortalecimento do PT no cenário nacional é a militância de rua. De acordo com ele, o PT é legenda que está se opondo às medidas de Temer e isso vai combater o que, segundo ele, a mídia reproduz sobre o partido.  “O Lula está na frente, e a luta é para recuperar direitos e não deixar ninguém perder a aposentadoria. O Lula está, inclusive, liderando nas pesquisas, porém, a mídia corporativa quer consolidar na mente da população que o fundador da corrupção é o PT”, disse, criticando também a Policia Federal, o Ministério Público e Supremo Tribunal Federal, que “estão perdendo a credibilidade por estarem se politizando”.

Apesar de confirmar os rumores de ‘racha’ no PT, Praciano garantiu que as decisões serão tomadas em conjunto. “Sou um dos eleitores do partido e não saio dele. Tenho a necessidade de ser mais dinâmico e contribuir mais. Sou uma pessoa melhor e posso fazer uma política boa”, disse.

 

Saúde

Praciano informou  que teve um grande avanço em sua recuperação e que, agora, se sente “um novo homem”. Segundo ele, foi preciso se readaptar à vida, realizando tarefas simples como andar e se alimentar.

“Eu estou bem. Na realidade eu morri e sobrevivi. Passei um ano nessa situação e quando eu comecei a me recuperar, não sabia andar, falar ou até comer. Meus pés e mãos estavam atrofiados. Tive várias paradas, nos rins e cardíacas. Escapei por Deus, graças as orações e apoio dos amigos e familiares”, disse. O ex-deputado está fazendo terapia, em casa, para retomar o total movimento das pernas, além de se submeter a algumas terapias periódicas em clínicas especializadas.

Praciano disse, ainda,  que ficou emocionado e agradecido por saber que, enquanto estava internado, varias pessoas se reuniram em Manaus e fizeram uma feijoada para recolher recursos  para ajudar no tratamento.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA