Operação do MP mira chefes de organização envolvidos com tráfico e massacre que matou 55 em cadeias de Manaus

0
269

O Ministério Público do Amazonas (MP-AM) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (15), a Operação Asfixia. Em Manaus. São cumpridos três mandados de prisão e sete de busca e apreensão na capital. Os alvos de prisão são pessoas envolvidas diretamente com atividades de uma facção criminosa que atua no estado e com ligação direta ao massacre de 55 presos dentro de cadeias de Manaus, em maio deste ano.

As buscas e prisões estão sendo realizadas com o apoio da Polícia Civil em vários pontos de Manaus. Também são cumpridos mandados em estados do Acre, Alagoas, Amapá, Bahia, Ceará, Mato Grosso do Sul, Pernambuco e Rio de Janeiro.

A operação faz parte da ofensiva conjunta dos Grupos de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaecos). No Amazonas, os mandados são todos ligados a membros da organização criminosa Família do Norte, considerada a terceira maior facção do Brasil.

MP cumpre mandado na casa de chefe de facção que atua no Amazonas — Foto: Divulgação/MP-AM

MP cumpre mandado na casa de chefe de facção que atua no Amazonas — Foto: Divulgação/MP-AM

A polícia cumpriu mandado em uma residência no bairro da Compensa, Zona Oeste de Manaus. No local, um homem foi preso suspeito de liderar esta determinada facção criminosa, do lado de fora do presídio.

Ao G1, O promotor de Justiça Flávio Mota, do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), afirmou que os alvos têm ligação direta com o sistema prisional.

“Os alvos são líderes da facção aqui do lado de fora dos presídios. Outro alvo é uma liderança que ficou dentro do sistema”, disse.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here