Julgamento de delegado que matou advogado dentro de casa noturna é marcado para novembro, em Manaus

0
271

O julgamento de Gustavo de Castro Sotero, delegado da Polícia Civil do Amazonas que atirou e matou o advogado Wilson de Lima Justo Filho, em 2017, foi marcada para 4 de novembro em Manaus, segundo o Tribunal de Justiça do Amazonas.

O crime aconteceu dia 25 de novembro no interior de uma casa de show localizada no bairro São Jorge, Zona Oeste da capital. Durante uma discussão, além de matar o advogado, Sotero feriu outras três pessoas, com tiros de pistola calibre 40: Fabíola Rodrigues Pinto de Oliveira (esposa de Wilson) e os amigos Maurício Carvalho Rocha e Yuri José Paiva Dácio de Souza.

Gustavo Sotero, Porão do Alemão, crime, homicídio, delegado, manaus, amazonas,  — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Gustavo Sotero, Porão do Alemão, crime, homicídio, delegado, manaus, amazonas, — Foto: Reprodução/Rede Amazônica

Após as audiências de instrução e julgamento – em 2018, a justiça abriu vistas ao Ministério Público do Estado do Amazonas e à defesa do acusado para as alegações finais, o mesmo sendo feito para o advogado assistente de acusação. Após receber as alegações finais, o juiz Celso Souza de Paula pronunciou o réu, que agora vai ser julgado pelo Conselho de Sentença da 1ª Vara do Tribunal do Júri.

Gustavo Sotero foi preso em flagrante em 25 de novembro de 2017, data do crime. No mesmo dia, a prisão foi convertida para preventiva, depois de uma audiência de custódia. Ele responde por homicídio triplamente qualificado.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here