Moura Tapajóz inicia curso de capacitação da ‘Iniciativa Hospital Amigo da Criança’

0
1028

Para reforçar as boas práticas no parto e nascimento e estabelecer ações que garantam a prática da amamentação e reduzam as taxas de mortalidade infantil, a Maternidade Dr. Moura Tapajóz (MMT), da Prefeitura de Manaus, iniciou nesta segunda-feira, 1º/7, curso de capacitação da “Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC)”. O treinamento foi incorporado como ação prioritária pelo Ministério da Saúde no Brasil em 1992 e é realizado de forma periódica.

Esse é o primeiro de três ciclos de capacitação da IHAC que serão realizados esse mês, e segue até o dia 3/7. Os demais acontecerão nos dias 8, 9 e 10 pela manhã e 22, 23 e 24/7 à tarde. Os cursos têm como públicos-alvo servidores de todos os setores da unidade, das áreas assistenciais e técnicas às administrativas.

Como detentora do selo “Iniciativa Hospital Amigo da Criança (IHAC)”, selo de qualidade conferido pelo Ministério da Saúde aos hospitais que cumprem os “Dez Passos para o Sucesso do Aleitamento Materno” (instituídos pelo Unicef e OMS), o “Cuidado Amigo da Mulher” (CAM) e a “Permanência da Mãe ou do Pai e Acesso Livre de Ambos Junto ao Recém-Nascido” (PRN), a Maternidade Dr. Moura Tapajóz realiza cursos periódicos com seus funcionários para garantir o ajuste das práticas e o fortalecimento das ações.

Serão 20 horas de capacitação, quando serão abordadas temáticas como: Políticas de Aleitamento Materno, Dinâmica de Acolhimento, Lactentes com Necessidades Especiais, Traumas Mamilares, Vantagens do Aleitamento, Humanização do Nascimento e Parto, Como o Leite Chega ao Bebê – Fundamentação da Nova Anatomia e Fisiologia, Questões Relacionadas à Saúde Materna, dentre outras. No primeiro dia, as facilitadoras foram as enfermeiras Nayane Coelho e Lilian Carvalho.

“A periodicidade do curso é importante para a constante atualização do profissional. Embora, no caso da nossa unidade, os funcionários já estejam habilitados, sempre temos novidades, além de precisarmos relembrar nossa própria prática e por isso desenvolvemos um curso teórico-prático”, explicou Nayane Coelho, acrescentando que o curso também é o momento ideal para troca de experiências entre os servidores e o espaço para sugestão de melhorias no serviço.

Texto – Marcella Normando / MMT / Semsa

Fotos – Divulgação / Semsa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here