Banda Tudo Pelos Ares vence seletiva e vai representar Manaus no Rock In Rio

0
2

A banda Tudo Pelos Ares foi a grande vencedora da Seleção de Bandas Pop Rock, e vai representar o Amazonas no festival de música Rock In Rio, que vai acontecer de 15 a 24 de setembro, no Rio de Janeiro. As seletivas foram promovidas pela Fundação Municipal de Cultura e Eventos (Manauscult), e a grande finalíssima aconteceu no flutuante Abaré Sup & Food, no fim da tarde de ontem (9).

Apenas três bandas amazonenses foram para a grande final: as bandas Essence, Redphone e Tudo Pelos Ares. As bandas foram selecionadas na seletivas preliminares, que aconteceu nos dias 6, 7 e 8 de abril, no Porão do Alemão e no All Night Pub, respectivamente.

Ao todo, 18 bandas locais participaram das seletivas, e, em cada um dos três dias de seleção, uma banda era escolhida por um júri local. Os jurados da grande final foram o músico Paulo Miklos, ex-vocalista da banda Titãs; Bernardo Monteiro de Paula, secretário municipal de cultura; e Mauro Berman, produtor do Rock In Rio.

Recompensa  

Com 23 anos dedicados à música, a Tudo Pelos Ares enxerga a vitória na seletiva como uma recompensa. “Queremos levar o som daqui da melhor maneira. Sabemos que muitas bandas mereciam estar no nosso lugar, mas se Deus quiser haverá essa seletiva no ano que vem e no outro. Torcemos para que outras bandas possam mostrar seu trabalho”, coloca o vocalista Eduardo Molotievscki.

A vitória na seletiva foi de grande valor sentimental para o vocalista. Tudo porque ele jamais imaginou que, décadas depois de assistir ao seu primeiro Rock In Rio, ele não retornará à Cidade do Rock como plateia, mas sim em um dos palcos do festival. “Eu fui no Rock In Rio de 85, tinha 15 anos, minha mãe me levou. A gente via na televisão, no Fantástico. Imagina eu com 15 anos ver Queen, Whitesnake, Scorpions, Ozzy Osbourne… é um negócio indescritível”, disse ele, pouco antes de ir às lágrimas.

Avaliação

Os critérios estabelecidos para participar das seletivas exigiam que as bandas tivessem experiência em música do gênero pop rock e em  músicas de cunho autoral. Durante a grande final, cada banda apresentou cerca de 5 a 6 músicas. As bandas Essence e Tudo Pelos Ares apresentaram um repertório totalmente autoral. Já a banda Redphone optou por cantar um cover da música “Do seu lado”, da banda Jota Quest, entre as suas músicas próprias.

Um dos jurados da seletiva, o músico Paulo Miklos garantiu que os critérios utilizados para escolher a banda vencedora foram a sua experiência musical e sensibilidade. “Não precisamos conhecer tecnicamente a música para avaliar o artista. A gente simplesmente se apaixona por um artista porque ele conseguiu falar com você no fundo da tua alma. Eu quero que me revolucionem e me mostrem algo que eu não havia pensado”, pontua ele.

Proposta

Sobre o estilo do som de cada banda, as bandas Essence e Redphone apresentaram um pop rock mais tradicional e romântico. Já a banda Tudo Pelos Ares apresentou um rock que mistura a vanguarda com um toque de  hard rock, inspirado em bandas como Black Sabbath e AC/DC. “Enquanto vocês estiverem tocando, o rock não vai morrer”, declarou Paulo Miklos, ao final da apresentação da Tudo Pelos Ares.

O anúncio da banda vencedora foi feito pelo jurado e músico Paulo Miklos no palco flutuante montado no Abaré Sup & Food. Logo após o anúncio da grande campeã, Paulo Miklos e a banda vencedora tocaram juntos as músicas “Bichos Escrotos” e “Sonífera Ilha”, para encerrar a seletiva.

A pontuação das 18 bandas que participaram da seletiva serão divulgadas no D.O.M (Diário Oficial do Município). Todas as bandas que participaram das seletivas foram escolhidas por meio do edital 003/2017 da Manauscult.

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA