Obras de alças viárias garantem mais fluidez no trânsito de Manaus

0
32

Para dar mais fluidez ao tráfego de veículos em zonas de grande circulação, a Prefeitura de Manaus está investindo na construção de alças viárias. Pontos que apresentavam retenção no trânsito, como nos bairros Coroado e Distrito Industrial, na zona Leste; Tarumã, na zona Oeste; Planalto, na zona Centro-Oeste; e São Jorge, na zona Oeste, já receberam intervenções.

 

Os projetos das alças foram elaborados pelo Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização do Trânsito (Manaustrans) e executados pela Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), via administração direta. De acordo com o prefeito em exercício e secretário municipal de Infraestrutura, Marcos Rotta, essas ações, aparentemente simples, têm grandes resultados na fluidez do trânsito.

 

“O resultado positivo que a prefeitura obteve nos trabalhos realizados no ano passado refletiu em uma expansão desse tipo de obra. A orientação do prefeito Arthur Virgílio Neto é que levemos esses serviços para mais pontos da cidade e já estamos avaliando novas áreas para fazermos a instalação de alças”, destacou Rotta.

 

O primeiro ponto a receber intervenção nesse sentido foi o Complexo Viário Gilberto Mestrinho, no bairro Coroado, no ano passado, após estudos do Manaustrans. Com o serviço, a prefeitura reduziu o volume de veículos na rotatória em até 15% e desafogou o trânsito naquela área. No horário de pico, segundo o órgão municipal, a rotatória era utilizada por mais de 12 mil carros por hora.

 

Na sequência, foi a vez da rotatória da Suframa também receber  duas alças viárias: uma na avenida Silves e outra na avenida Rodrigo Otávio. A avenida Desembargador João Machado (antiga estrada dos Franceses), bairro Planalto, zona Centro-Oeste, também já recebeu o projeto. A alça foi implantada embaixo do viaduto de Flores e facilita o retorno para quem está na avenida Mário Ypiranga, próximo à rodoviária e quer voltar em direção ao centro da cidade.

 

Outro ponto de implantação de uma alça viária foi a avenida do Turismo, no sentido aeroporto/Ponta Negra. A intervenção viária evita que condutores que seguem pela avenida do Turismo acessem a avenida Coronel Teixeira para fazer o retorno em direção ao aeroporto

Mudanças no São Jorge

 

O mês de outubro marcou o início de uma sequência de intervenções viárias que vão mudar a circulação de veículos no bairro de São Jorge, zona Oeste, numa área onde passam, aproximadamente, 10 mil veículos em horário de pico. A primeira etapa foi a implantação de uma alça na esquina das avenidas Jacira Reis com Coronel Teixeira. Assim, os condutores não precisam mais acessar a avenida Coronel Teixeira para retornar em direção à “rotatória das Letras”. A solução reduziu a convergência de rotas de, aproximadamente, mil veículos por hora pico nessa localidade.

 

A intervenção no bairro de São Jorge foi uma ideia do agente de trânsito Mario Alves, lotado na Base Oeste do Manaustrans. O servidor apresentou as sugestões à Diretoria de Engenharia, que foi ao local e fez estudos técnicos para verificar a viabilidade das mudanças. Os técnicos acrescentaram outras medidas e a proposta foi aceita.

 

“Essa intervenção é resultado da união entre a experiência de quem está nas ruas todos os dias e o conhecimento técnico dos nossos engenheiros. Estamos sempre buscando seguir as orientações do prefeito Arthur Virgílio Neto em melhorar o trânsito de Manaus, mas, principalmente, em aumentar a segurança e salvar vidas por meio do respeito entre condutores, pedestres, motociclistas e ciclistas”, disse o diretor-presidente do Manaustrans, Franklin Pinto.

 

Na segunda fase do projeto, a prefeitura irá eliminar parte do canteiro central da avenida São Jorge, que passará a ter sentido único em direção à Ponta Negra, além de outras mudanças de fluxo.

 

Projetos futuros

 

Também como parte de uma série de pequenas intervenções, uma nova alça de retorno, já em construção na rua João Câmara, no bairro Novo Aleixo, zona Norte, também vai beneficiar os comerciantes da área, que estimam aumento de 50% na movimentação dentro das lojas.

 

Um dos grandes corredores viários da zona Centro-Sul de Manaus, a avenida Professor Nilton Lins, Flores, também recebe duas novas alças viárias. Com a conclusão dos trabalhos, os condutores poderão realizar as manobras de retorno com segurança e sem congestionar o trânsito no local.

 

Para a segurança dos próprios motoristas, o tráfego em todas essas alças é permitido apenas para veículos de pequeno porte – motocicleta, automóvel utilitário, caminhonete e camioneta. Veículos pesados – ônibus, micro-ônibus e caminhão – não poderão circular nos retornos.

 

As alças também receberam dois delimitadores de altura – estruturas metálicas com a função de limitar a passagem de veículos – com mais de 2,5 metros de altura, além da instalação de defensas metálicas, placas de regulamentação, advertência e indicação que ordenam o fluxo de veículos em toda a área.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here