NOTA DE ESCLARECIMENTO

0
5336

Em resposta à matéria “Vice-prefeito de Figueiredo negocia com arma na cintura”, publicada pelo portal Correio da Amazônia, na tarde desta quinta-feira (30), o vice-prefeito do município de Presidente Figueiredo, Mário Abrahão, vem a público esclarecer que são inverídicas as informações noticiadas e que medidas cabíveis estão sendo tomadas com intuito de tornar transparente o que, de fato, aconteceu durante a manifestação realizada, ontem, por moradores das comunidades Canoas e Rio Pardo, no quilômetro 145 da BR-174. É importante esclarecer, primeiramente, que diferente do que foi informado pelo referido portal, na tentativa clara de desinformar os leitores, a conversa com os comunitários – que estavam um tanto eufóricos para expor suas reivindicações – aconteceu de forma transparente e completamente passiva, resultando em acordos bem-sucedidos. O vice-prefeito Mário Abrahão compareceu ao local por vontade própria, na companhia de secretários municipais e vereadores, e não de “capangas”, como foram comparados. Vale esclarecer, também, que em momento algum o vice-prefeito foi coagido pelos moradores, mas sim ovacionado por apresentar soluções imediatas aos problemas debatidos, tendo em vista que as reivindicações de melhorias para os ramais das comunidades Canoa e Rio Pardo, por se tratarem de assentamentos, compete estritamente ao Instituto Nacional Da Colonização e Reforma Agrária do Amazonas (Incra-AM) promover os devidos trabalhos de infraestrutura. No entanto, por ser preocupação do Executivo Municipal oferecer qualidade de vida e bem-estar a todos moradores de Presidente Figueiredo, a prefeitura já havia planejado um trabalho de recapeamento no local, com início para a próxima segunda-feira, dia 4 de dezembro, conforme anunciado pelo vice-prefeito durante a conversa. Sobre a informação equivocada de que Mário Abrahão portava uma arma de fogo na cintura durante a manifestação, é importante esclarecer que não se tratava de um revólver, mas sim de um aparelho telefônico via satélite, usado rotineiramente para fazer comunicação com a Polícia Federal Rodoviária. Vale informar que o uso do aparelho é uma medida adotada pelo prefeito Romeiro Mendonça, com intuito de otimizar o contato com os órgãos de segurança do município, principalmente, em casos de manifestação ou em ocasiões de grande aglomeração de pessoas que, naturalmente, exigem uma atenção maior das forças policiais. A manifestação em questão, por exemplo, foi repassada ao conhecimento da Polícia Federal Rodoviária, Polícia Civil e servidores do Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICC-PF), para garantir a plena segurança dos comunitários e manter a situação sob controle. Para o vice-prefeito Mário Abrahão, a maneira como a notícia foi divulgada é irresponsável e desrespeitosa, visto que, sem conhecimento algum dos fatos e sem a preocupação de checar a veracidade do que, até então, não passava de especulações, a editoria do portal Correio da Amazônia divulgou informações inconsequentes, colocando o gestor público em situação vexatória. Mário Abrahão salienta que sua conduta é pautada na ética e respeito ao cidadão, independente do cargo que ocupe na sociedade. Que jamais usaria de medidas ilegais para sanar qualquer problema que envolva o município, nem tampouco colocar em risco a vida dos moradores de Figueiredo, pelos quais trabalha, incansavelmente, ao lado do prefeito Romeiro Mendonça. No que diz respeito à recuperação dos ramais do município, trata-se de uma das prioridades da atual administração municipal. Prova disso é que já foram recuperados nos últimos cinco meses, aproximadamente, 300 quilômetros de ramais. O planejamento foi discutido juntamente com todos os líderes das comunidades rurais no início do mês maio e o trabalho tem sido realizado conforme o calendário acordado. A fim de deixar transparentes esses e outros assuntos que envolvam a administração da Prefeitura de Presidente Figueiredo, o prefeito Romeiro Mendonça, e o vice-prefeito, Mário Abrahão, estarão sempre à disposição da imprensa e da sociedade para esclarecer quaisquer dúvidas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here