Corrida e Caminhada Ecológica na RDS do Tupé ajudará entidade filantrópica

0
4188

A 2ª Corrida e Caminhada Ecológica – Etapa Tupé, que acontecerá no próximo dia 8/12, na Reserva de Desenvolvimento Sustentável (RDS) do Tupé, terá também caráter filantrópico. Quem se inscrever, estará ajudando a organização do evento a adquirir um quilo de alimento não-perecível que será destinado ao abrigo O Coração do Pai, que cuida de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual e em situação de vulnerabilidade social, com unidades em Manaus e Iranduba.

A corrida é realizada pelas secretarias municipais de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas) e Juventude Esporte e Lazer (Semjel), em parceria com a Associação dos Cronistas e Locutores Esportivos do Amazonas (Aclea). O objetivo do evento é proporcionar aos adeptos de provas de pedestrianismo a experiência única de correr numa unidade de conservação municipal, situada num santuário ecológico, e chamar atenção para a importância da sua preservação.

As inscrições estão abertas no site Ticket Agora e darão direito aos traslados de ida e volta à Praia do Tupé, onde acontecerá o circuito, kit com camisa e medalha de participação, além de um café da manhã regional com frutas, oferecido pelos comunitários da RDS. Além do aspecto ambiental, a corrida também passa a integrar o calendário oficial de eventos da RDS do Tupé, formada por seis comunidades que tem no turismo de base comunitária a sua principal fonte de renda.

Segundo o presidente da Aclea, o jornalista Eduardo Monteiro de Paula, o circuito ganha força à medida em que soma diversas forças em favor das pessoas e do meio ambiente. “Levaremos os corredores para, além de conhecerem a Praia do Tupé e todo o seu potencial turístico natural, a contribuírem para a geração de renda da comunidade e com uma entidade presta assistência a pessoas que tanto precisam de apoio”, comentou.

Os participantes serão conduzidos por lanchas com saída marcada para as 6h30, da balsa da Cooperativa dos Profissionais de Transporte Fluvial da Marina do Davi (Acamdaf). A viagem tem duração de 25 minutos, até a comunidade São João, onde está localizada a Praia do Tupé. A largada será às 8h na sede do Centro de Apoio ao Desenvolvimento Sustentável Professor Roberto Vieira, no lado leste da praia, na parte alta em terra firme.

O trajeto da prova terá aproximadamente três quilômetros. Antes da largada, haverá um aquecimento com os participantes. No trajeto, será possível ao corredor ter o contato com a natureza preservada e a adrenalina de superar desafios como areais, trilhas dentro da floresta, trechos de charco e travessia de igarapés.

O circuito de Corridas e Caminhadas Ecológicas foi lançado em junho deste ano, com a primeira prova realizada nas trilhas do Parque Municipal do Mindu, unidade de conservação municipal situada no Parque Dez, zona Centro-Sul.

“Assim como o Mindu, a Reserva de Desenvolvimento Sustentável do Tupé é um santuário natural de grande beleza e importância estratégica para o mosaico de unidades de conservação existentes no Baixo Amazonas. Ela integra o sistema municipal de unidades de conservação geridas pela Prefeitura de Manaus, razão pela qual decidimos incluí-la nessa estratégia de fortalecimento da gestão por meio da realização de atividades que levem esporte, lazer e cultura para as comunidades locais”, explica o secretário da Semmas, Antonio Nelson de Oliveira Júnior, reforçando a disposição do prefeito Arthur Virgílio Neto em manter essas áreas protegidas e criar novas unidades de conservação municipais.

O número de vagas para a 2ª Corrida e Caminhada Ecológica – Etapa Tupé é limitado. Serão 300 vagas. Haverá cinco embarcações, cada uma com capacidade para 50 pessoas, disponíveis para levar e trazer os corredores, em dois horários – às 9h e às 11h.

“Essa iniciativa é uma nova alternativa de levar as pessoas para conhecer a região do Tupé e apoiar a Prefeitura de Manaus no processo de gestão da reserva, estimulando cada vez mais atividades que levem a grande massa para dentro das reservas, fazendo com que entendam, conheçam e valorizem as áreas protegidas”, afirma o diretor de Áreas Protegidas da Semmas, Márcio Bentes.

Onde fica

A RDS do Tupé fica localizada na confluência do Rio Negro com o igarapé Tarumã, numa área de 11.973 hectares, gerida pela Prefeitura de Manaus, por meio da Semmas. As seis comunidades que integram a reserva têm no turismo de base comunitária e na agricultura familiar as principais fontes de renda. As comunidades são: São João, Julião, Livramento, Agrovila, Tatu e Colônia Central. Elas contam, hoje, com aproximadamente 5 mil moradores.

Histórico de Criação

Durante sua primeira gestão como prefeito, na década de 1990, Arthur Virgílio Neto já tinha as atenções voltadas para a importância da preservação ambiental da região do Lago do Tupé. Em 1990, ele declarou o local como Área de Relevante Interesse Ecológico (Arie). Por meio da Lei Municipal 321, toda a área hoje abrangida pela reserva foi declarada como Unidade Ambiental do Tupé – UNA Tupé.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here